Foto: Divulgação/Federação Brasiliense de Tênis

Brasília se prepara para a etapa nacional do Roland-Garros Junior

Pela primeira vez em sua história, Brasília vai receber o Roland-Garros Junior Wild Card Series. O famoso torneio será realizado entre os dias 6 e 10 de setembro, e reúne atletas de todo o país na categoria 18 anos.

Os campeões da famosa competição poderão disputar uma vaga na chave principal do Grand Slam francês, previsto para acontecer em Paris no início de setembro.

A iniciativa é organizada pela Confederação Brasileira de Tênis (CBT) e Federação Brasiliense de Tênis, com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer. Foi autorizada por meio do Decreto Nº 41.150, publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), desta quarta-feira (26), e deve respeitar rígidos protocolos de segurança.

Assim como no futebol, não poderá ter a presença de público. Além disso, o número de competidores será reduzido, e eles deverão ser submetidos previamente aos exames de covid-19, assim como os demais profissionais envolvidos. Todos os equipamentos e ambientes da quadra passarão por desinfecção antes e após os treinos.

As secretarias de Esporte e de Proteção da Ordem Urbanística do Distrito Federal (DF Legal) estão responsáveis pela fiscalização do evento. “A primeira atividade profissional que teve seus eventos profissionais autorizados foi o futebol de campo, e nesta semana termina o Candangão 2020 sem registrar casos de covid-19 entre os atletas. Vamos trabalhar para que o tênis também dê exemplo ao país de como retornar o calendário esportivo sem colocar em risco a saúde de seus praticantes”, enfatiza a secretária de Esporte e Lazer, Celina Leão.

O torneio

A etapa brasileira do Roland Garros Junior Wild Card Series terá a participação de 16 jogadores nas categorias masculina e feminina, que devem estar entre os melhores colocados no ranking ITF (International Tennis Federation).

Os vencedores disputarão, ainda, uma seletiva com os campeões da Índia, do México e da China. Quem se sair melhor na disputa, segue para Paris. “Será um evento diferente para todos nós, tanto para a organização como para os atletas, que vão seguir todos os protocolos, e retomar as atividades profissionais do tênis. Estaremos bem atentos”, explica o presidente da Federação Brasiliense de Tênis, Sérgio Oprea.

As etapas brasileiras do evento são itinerantes e realizadas desde 2015 por meio de uma parceria entre a CBT e a Federação Francesa de Tênis, que inclui capacitações, intercâmbios e treinamentos em conjunto. No Brasil, o evento já passou por cidades como Florianópolis (SC), São Paulo (SP) e Itajaí (SC). A entidade prevê, ainda neste ano, a realização do Circuito de Tênis Profissional, o Aberto de Brasília de Beach Tennis Profissional e um torneio de tênis em cadeira de rodas.

A entidade prevê, ainda neste ano, a realização do Circuito de Tênis Profissional, o Aberto de Brasília de Beach Tennis Profissional e um torneio de tênis em cadeira de rodas.

*Com informações da Secretaria de Esporte e Lazer

DF Sports+

Mais Esporte, Mais Informação

DF Sports+ tem 166 posts e contando. Ver todos os posts de DF Sports+

DF Sports+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *