Foto: ricardo Botelho

Real Brasília vence em casa e está na semifinal do Candangão 2020

Pela primeira vez em sua história, o clássico azul, disputado entre Real Brasília e Capital, teve um vencedor. Jogando em casa, o Real fez 1×0 e garantiu a sua vaga entre os quatro melhores do campeonato.

Apesar da eliminação, o Capital vendeu caro a derrota, e chegou a jogar melhor em alguns momentos do jogo.

Primeiro tempo

O Capital chegou com perigo logo aos 2’. Em contra-ataque, a bola foi passada para o artilheiro da equipe, Américo, que acabou finalizando fraco no meio do gol. O Real Brasília respondeu logo na sequência com Davi Ceará, que puxou para o meio e finalizou com muita força, mas sem direção.

O time teve outra grance chance de abrir o placar aos 5′, novamente com Américo. Ele recebeu livre pela esquerda, em totais condições de marcar, mas foi parado por grande defesa do goleiro Artur, que fechou o ângulo e impediu a abertura do placar.

Aos 10′, o Real chegou novamente, e após troca de passes, a bola ficou com o lateral Léo Campos, que surpreendeu e arriscou de longe. A bola pingou e exigiu grande defesa do goleiro Michael.

O Capital voltou a incomodar aos 15’, em jogada trabalhada, a bola acabou indo para Romário, que dominou e finalizou rente à trave. Aos 21′, a Coruja teve outra boa chance em mais uma jogada criada por Rodriguinho, que lançou para Everton na esquerda da defesa. O cruzamento foi na cabeça de Bádio, mas a finalização foi para fora.

Aos 33’, em cobrança de falta perto da área, foi a vez do volante Gabriel assustar. Ele pegou sobra de falta cobrada por Léo Campos, mas a bola subiu demais e saiu. Foi a última chance do primeiro tempo.

Foto: Ricardo Botelho

Segundo Tempo

Os times voltaram pressionando na marcação, e a primeira chance veio somente aos 5′, quando Romário recebeu pela esquerda e buscou o chute, sem direção. Aos 12′, foi a vez do Real Brasília, que após boa jogada pela direita, Chico, sozinho, perdeu escorou a bola para fora.

Aos 19’, o Capital voltou a chegar com perigo e acertou a trave. A jogada foi feita por Wellitinho, que cruzou para Romário acertar o poste. O Capital seguiu na pressão, e aos 27’, tentou surpreender o goleiro Arthur em um chute de longe, mas a bola foi na rede de cima do gol.

O time teve outra chance perigosa, mais uma vez nas costas do lateral Gedeilson, e aos 30’, Wellitinho dominou e bateu para o meio da área. O zagueiro Márcio tentou cortar e quase fez contra.

O Real Brasília conseguiu abrir o placar aos 37’, quando no contra-ataque, a bola chegou para o lateral Gedeilson, que sozinho disparou e foi derrubado por Romário. Na cobrança, Gabriel deslocou o goleiro e fez o gol do jogo.

A defesa se fechou, e apesar de tentar, o cansaço físico tomou conta do Capital no final da partida. A última chance do jogo foi em falta cobrada por Rodriguinho e defendida pelo goleiro Arthur. Fim de papo no Defelê, Real Brasília classificado para a semifinal do Candangão 2020.

FICHA TÉCNICA

Real Brasília 1 x 0 Capital

Quartas de final – Campeonato Candango

Estádio Nacional Defelê – 15h30

Real Brasília

Artur; Gedeilson, Allef Nunes, Márcio e Léo Campos; Tiago Ulisses, Gabriel (Waldson), Geovane e Davi Ceará (Sabão); Gilvan (Ayrton) e Mateus (Chico)
Técnico: Ariel Mamede

Gols: Gabriel

Cartões amarelos: Tiago Ulisses, Gabriel, Léo Campos, Ariel Mamede, Ayrton, Gedeilson e Artur.

Cartão vermelho: não teve

Capital

Michael; Everton Pereira (Jair Júnior), Pedrão, Guilherme e Romario; Werick, Maicom (Leozynho), Rodriguinho e Robert; Bádio (Wellitinho) e Américo (Clécio)
Técnico: Marquinhos Carioca

Gols: não teve

Cartão amarelo: Robert, Rodriguinho, Américo e Romário

Cartão vermelho: não teve

Rômulo Maia

Jornalista e goleiro de futebol. Apaixonado por todos os tipos de esportes e pelo Jornalismo. Defende que as mulheres tenham as mesmas oportunidades que os homens, e que os mais carentes tenham incentivo à prática do desporto. "O esporte é a ferramenta de inserção social mais eficaz, pois o resultado é imediato e as transformações são surpreendentes."

Rômulo Maia tem 299 posts e contando. Ver todos os posts de Rômulo Maia

Rômulo Maia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *