BRB mostra desconhecimento e comete gafe sobre esporte do DF

O Banco Regional de Brasília (BRB) tem tentado através de suas redes sociais responder às diversas críticas que tem sofrido após acertar patrocínio de R$ 35 milhões anuais para o time de futebol do Flamengo. A queixa é de que, enquanto os cariocas arrecadam R$ 40 milhões do BRB – o time de basquete também é patrocinado, os clubes do Distrito Federal vivem de migalhas.

O banco ainda se mostra totalmente despreparado em suas redes sociais, como é possível ver na foto abaixo. Em uma postagem feita para exaltar o amparo dado aos clubes, o BRB errou o nome do Minas Brasília, única equipe do DF na elite do futebol nacional.

Outro grave erro é a citação do Paracatu Futebol Clube. O BRB alega que, atualmente, patrocina o clube mineiro. O Paracatu, no entanto, está desativado desde o fim do ano passado.

Além disso, o banco trocou Luziânia por Capital. Sim! Em uma imagem de um elenco antigo da Coruja, foi colocado o nome da Associação Atlética Luziânia. A mesma coisa aconteceu em uma foto do elenco do time goiano. Veja:

Ressalta-se que, dentre os oito times da segunda fase, do Campeonato Candango, Gama e Brasiliense vão disputar a Série D do Brasileirão e a Copa Verde (caso seja realizada). Sem apoio financeiro, o Distrito Federal pode mais uma vez ter enormes dificuldades para conseguir bons resultados e voltar a figurar entre os grandes clubes do país.

Veja a postagem-gafe:

Rômulo Maia

Jornalista e goleiro de futebol. Apaixonado por todos os tipos de esportes e pelo Jornalismo. Defende que as mulheres tenham as mesmas oportunidades que os homens, e que os mais carentes tenham incentivo à prática do desporto. "O esporte é a ferramenta de inserção social mais eficaz, pois o resultado é imediato e as transformações são surpreendentes."

Rômulo Maia tem 254 posts e contando. Ver todos os posts de Rômulo Maia

Rômulo Maia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *