Foto: Divulgação

Ibaneis banca patrocínio de R$ 35 mi para o Flamengo

Os rumores de que o Banco de Brasília (BRB) seria o patrocinador master do Flamengo-RJ se concretizaram nesta sexta-feira (19). Segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, o contrato entre o banco estatal e o rubro-negro já foi assinado e precisa apenas da aprovação do conselho do time para começar a valer.

Caso seja aprovado, o BRB – que já patrocina o time de basquete do Flamengo – passará a ocupar o lugar de destaque da camisa do time carioca no lugar do banco BS2, cujo contrato termina esse mês. Segundo colunistas próximos ao clube, o atual campeão brasileiro teria buscado outras empresas como Americanas, Netflix e Amazon. O valor do contrato é de R$ 35 milhões anuais, mas pode subir caso a performance do clube e as ações de marketing conjuntas dêem lucro.

Segundo o portal Metrópoles, a ideia do banco é utilizar a popularidade do Flamengo para impulsionar o montante de correntistas. Para isto, o banco pretende investir na sua plataforma digital a fim de criar produtos novos, como contas digitais e cartões de crédito pré-pago e de débito. A expectativa do BRB é de abrir 1,5 milhão de contas digitais, emitir 3 milhões de cartões pré-pagos e, já no primeiro ano, movimentar R$ 5 bilhões em transações financeiras.

Dedo do governador

Nada disso seria possível de acontecer se não fosse o dedo do atual governador de Brasília, Ibaneis Rocha. Flamenguista declarado, Ibaneis sonha com a possibilidade de fazer carreira política dentro do clube carioca em futuro não muito distante.

A boa vontade do governador com a bem-sucedida equipe de futebol do Flamengo contrasta com a realidade do esporte do Distrito Federal. O Banco oferece um valor irrisório aos clubes que disputam o Campeonato Candango. Uma ajuda tão pequena, que apenas seis de doze equipes se candidataram a receber o valor do patrocínio (cerca de R$ 40 mil mensais durante quatro meses de competição). A folha salarial do atual campeão Gama, por exemplo, é de R$ 350 mil mensais.

A falta de investimentos no esporte local não está restrita apenas às equipes. As praças esportivas do DF estão em estado de abandono há anos, o que dificulta ainda mais a evolução do esporte no nosso quadradinho. Atualmente, nenhum dos 16 estádios de futebol que pertencem ao GDF preenche os requisitos mínimos para receber partidas de futebol. Os times de basquete e vôlei, que representam a capital nas competições de elite de cada esporte, precisam recorrer espaços privados para poderem se manter em atividade. A mesma situação de abandono se estende ao Autódromo e ao Kartódromo de Brasília, além de quadras de tênis, pistas de atletismo, ginásios e outros espaços esportivos.

Nunca visto antes

A decisão de um banco estatal patrocinar uma equipe que pertence a outro estado é inédita. Normalmente, os bancos locais preferem investir em equipes que pertencem aos seus estados, como ocorre com os bancos do Rio Grande do Sul (Banrisul), do Pará (Banpará), do Sergipe (Banese) e do Espírito Santo (Banestes).

Veja abaixo a nota oficial do BRB sobre a nova parceria:

BRB E FLAMENGO FIRMAM PARCERIA PARA LANÇAMENTO DE NOVO BANCO DIGITAL

Negócios envolvem cartões, seguros e abertura de conta digital

Brasília, 19 de junho de 2020 – O BRB e o Flamengo, time de maior torcida do mundo, firmaram uma parceria para lançamento de um novo Banco Digital. O projeto conjunto vai envolver a comercialização de cartões, seguros e abertura de conta digital, e está em linha com o planejamento estratégico de expansão nacional do BRB.

“A parceria com o Flamengo, time com marca de força global, vai permitir ao BRB diversificar seus negócios, expandir sua base de clientes e ampliar a atuação nacional tanto na forma de presença física quanto digital”, afirma o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

A parceria estratégica entre o BRB e o Flamengo prevê a oferta de soluções bancárias, de investimento, de seguridade, de meios de pagamento e de relacionamento, além de marketplace digital (Banco Digital) de produtos e serviços direcionados aos torcedores do Flamengo.

Os torcedores do Clube vão ter acesso a um atendimento bancário em plataforma digital com produtos de identidade personalizada, programa de relacionamento e de experiências exclusivas, além de atendimento nos canais físicos. Por isso, a parceria também prevê a instalação de uma unidade de atendimento do BRB nas dependências do Clube para atendimento a atletas, torcedores e empregados do Flamengo.

O BRB terá ainda direito exclusivo de pagamento da folha salarial do clube, preferência na contratação, por parte do Flamengo, de produtos e serviços bancários como empréstimos, cartões e seguros. Em contrapartida, o Flamengo terá participação nos resultados alcançados com a comercialização de produtos e serviços, o que vai gerar aumento de receita ao clube.

O contrato entre o BRB e o Flamengo tem 36 meses de duração e permite a criação de uma nova empresa no futuro.

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2476 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

3 comentários em “Ibaneis banca patrocínio de R$ 35 mi para o Flamengo

  • Avatar
    19 de junho de 2020 em 22:48
    Permalink

    Fala asneira não, BMG patrocinou o Flamengo recentemente! Lógico, deve ser um banco carioca!
    Visão restrita, melhor nem perder meu tempo!

    Resposta
    • Avatar
      20 de junho de 2020 em 18:12
      Permalink

      Meu caro Vinícius, deixei bem claro que bancos estaduais normalmente são criados para fomentar políticas de economia locais. O Banco BMG NÃO é um banco estadual e sim privado.

      Resposta
  • Avatar
    20 de junho de 2020 em 14:28
    Permalink

    Taí um cara, que ao final de seu governo vai deixar o DF falido.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *