Administração do Guará fecha kartódromo e causa novo conflito com pilotos

Por Philippe Henrique

O Kartódromo Ayrton Senna, no Guará, está novamente fechado. Desta vez, os portões foram selados pela Administração Regional.

A ordem de serviço nº28 de 27/04 de 2020, publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) no último dia 28 de abril, pede a desocupação do local em até 30 dias. Na última segunda-feira (18), funcionários da administração soldaram os portões de acesso à pista porque, segundo o órgão, a medida foi tomada para que não haja atividades na pista, agora consideradas irregulares. 

Esse impasse entre o kartórdromo e a administração já se arrasta há alguns anos. No ano passado um problema parecido quase fechou o local: o Guará Motor Clube, que cuidava da pista há mais de 20 anos, foi despejado. Com isso a Federação de Automobilismo do Distrito Federal (FADF) assumiu e evitou o fechamento. 

Berço de talentos

O kartódromo é o berço do automobilismo brasiliense. Inaugurado em 1973, revelou grandes nomes para o automobilismo nacional e mundial, como Roberto Pupo Moreno, Vitor Meira, Nelson Piquet e Felipe Nasr, que foi o ultimo brasilienese a disputar a Fórmula 1. 

Pilotos e equipes divulgaram uma nota de repúdio. No texto, enalteceram a importância de manter vivo o kartódromo e o próprio esporte, uma vez que o país carece de modalidades de base para que os pilotos construam a carreira. O kart é considerado por especialistas a melhor escola para um piloto.

Equipes que atuam no Guará frisam que querem apenas um canal de diálogo com a administração regional. A Associação dos Pilotos de Kart de Brasília (Askart) busca encontrar uma maneira junto ao GDF para que a pista seja reaberta.

DF Sports+

Mais Esporte, Mais Informação

DF Sports+ tem 137 posts e contando. Ver todos os posts de DF Sports+

DF Sports+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *