Treinador e membros da diretoria deixam time feminino do Ceilândia

O time feminino do Ceilândia tem novidades para 2020. O treinador Pablo Rizza anunciou a sua saída da equipe na noite desta quinta-feira (14). Também está de saída a auxiliar técnica Rô.

Ao DF Sports+, Rizza comentou a saída, alegando uma possível falta de interesse da equipe em mantê-lo no cargo. “Procurei o Júnior, do Instituto Mover da Vida (IMV), que é quem gere hoje o futebol feminino do Ceilândia. Queria fazer um balanço do trabalho realizado. Acabei não tendo retorno e entendi que não me queriam mais no time”, contou o treinador.

Com “Júnior”, Pablo se refere ao presidente do IMV, Moacir Júnior. O mandatário também falou ao DF Sports+ e disse que a saída do treinador foi tranquila. “Ele fez uma boa campanha, teve bons resultados, mas foi preciso mudar. Já estamos em busca de um novo treinador e acredito que até o final de julho isso esteja resolvido”, afirmou o presidente.

Júnior também aproveitou para falar da temporada. Dada a pandemia do novo coronavírus, o cenário é de incerteza. “Ainda precisamos ver como ficará o futebol após a pandemia. Sobre o nosso time, várias atletas saíram. As reposições também serão pensadas”, disse.

Rômulo Maia

Jornalista e goleiro de futebol. Apaixonado por todos os tipos de esportes e pelo Jornalismo. Defende que as mulheres tenham as mesmas oportunidades que os homens, e que os mais carentes tenham incentivo à prática do desporto. "O esporte é a ferramenta de inserção social mais eficaz, pois o resultado é imediato e as transformações são surpreendentes."

Rômulo Maia tem 239 posts e contando. Ver todos os posts de Rômulo Maia

Rômulo Maia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *