Foto: Reprodução

Atualmente na Polônia, jogador do DF fala como é retornar aos treinos

Mesmo que lentamente, alguns países europeus estão retomando atividades no âmbito futebolístico em meio à pandemia do novo coronavírus. Campeonatos como o alemão, o suíço, o austríaco e o polonês são os que já têm data marcada para que a bola role novamente.

Usando de exemplo a Polônia, o campeonato nacional retornará no dia 29 de maio. Os clubes já estão treinando para concluir as quatro rodadas da primeira fase que faltam. Em seguida, vem o mata-mata. O líder da Ekstraklasa (nome dado ao “polonesão”) é o Legia Varsóvia, e o DF tem um representante na equipe!

Para mostrar a experiência de retornar aos treinos em meio à pandemia do novo coronavírus, o DF Sports+ conversou com o atacante Luquinhas, natural de Brasília e revelado pelo Capital. Confira:

DF Sports+: Como as autoridades polonesas têm tratado o combate à covid-19?

Luquinhas: Aqui eles são muito cuidadosos com a saúde da população. Quando começou o boato desse vírus por aqui, já fecharam tudo, sem mais nem menos. Então é uma coisa que admiro muito, aqui eles pensam um no outro.

DF Sports+: Há quanto tempo você já está em casa? Quando você voltou aos treinos?

Luquinhas: Estive em casa por dois meses trancado. Saía apenas para ir ao mercado e pronto. Eu e minha esposa sempre respeitamos a lei da quarentena. Voltamos aos treinos aqui no Legia há uma semana. Como aqui estamos tendo mais curados do que infectados, o governo tem autorizado a reabertura de muitas coisas.

DF Sports+: Em relação ao Legia Varsóvia, quais cuidados o time está tomando com os funcionários?

Luquinhas: O time sempre teve a maior preocupação. Antes de entramos em quarentena, o clube disponibilizou alguns equipamentos médicos para usar caso precisássemos. Além disso, o médico do clube sempre estava em contato com a gente. Isso é bom. O jogador vê que o clube está preocupado com seus funcionários e familiares.

DF Sports+: Nesse momento, o Legia lidera o campeonato com certa tranquilidade, estando oito pontos à frente do segundo colocado e praticamente já classificado para o mata-mata. Você acha que o tempo parado pode afetar o entrosamento da equipe?

Luquinhas: Sinceramente, acho que não vai afetar, não. Nossa equipe está muito concentrada e focada no objetivo, que é ser campeão. Então, acho que essa parada não irá afetar nossos objetivos.

DF Sports+: Sabemos que o povo polonês é fanático por futebol, e o campeonato irá voltar sem público, pelo menos neste instante. Como vocês estão lidando com isso? E os torcedores?

Luquinhas: Acho que a parte mais difícil de voltar a jogar é essa situação. Costumo dizer que o futebol é um espetáculo para as pessoas. Então, um espetáculo sem público não faz sentido. Acho que nossa torcida nos ajuda muito dentro de campo. Vai ser uma coisa chata de se viver. Por outro lado, temos que pensar primeiramente na saúde.

Luquinhas chegou ao Legia Varsóvia em julho de 2019. Foto: Divulgação

DF Sports+: De forma geral, quais as expectativas quanto ao retorno ao futebol depois desse tempo parado?

Luquinhas: Acho que as expectativas são as melhores possíveis. Nesta quarentena, sonhei quase todos dias sendo campeão e levantando a taça. Espero que agora eu possa realizar isso tudo.

Gabriel Albuquerque

Nortista de alma, candango de coração. Estudante de Jornalismo, botafoguense e apaixonado por esporte — em especial, pelo futebol nosso de cada dia.

Gabriel Albuquerque tem 17 posts e contando. Ver todos os posts de Gabriel Albuquerque

Gabriel Albuquerque

3 comentários em “Atualmente na Polônia, jogador do DF fala como é retornar aos treinos

  • Avatar
    15 de maio de 2020 em 22:40
    Permalink

    Muito bem meu querido sobrinho .
    Deus te abençoe bjos

    Resposta
  • Avatar
    15 de maio de 2020 em 23:43
    Permalink

    Interessante matéria, abordando aspectos desses profissionais no momento pelo qual passa o esporte no mundo todo devido à pandemia!
    Muito bom! Parabéns !

    Resposta
    • Avatar
      17 de maio de 2020 em 12:41
      Permalink

      Parabéns pela excelente matéria! Mostrando também o cuidado que o clube tá tendo com seus atletas nesse momento difícil que o mundo está passando, e vai ser complicado jogar sem torcida!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *