Foto: Reprodução

Incêndio destrói casa de familiares de Uelber, jogador natural do DF

A casa dos pais do atacante brasiliense Uelber, 22 anos, que atualmente defende o Londrina, sofreu um incêndio no início do mês de maio. O jogador estava com os familiares para comemorar o aniversário dele e de seu pai, quando o fogo destruiu boa parte da residência, localizada no Gama.

As chamas começaram na cozinha, depois que uma mangueira de gás se rompeu. Segundo Uelber, ele e os familiares tentaram conter o incêndio, mas o fogo acabou se alastrando, e o Corpo de Bombeiros (CBMDF) teve de ser acionado.

A boa notícia é que ninguém ficou ferido. “Os bombeiros foram bastante eficazes em nos ajudar”, disse Uelber, ao DF Sports+. No entanto, além dos danos da casa, a família perdeu alguns itens pessoais.

“A gente perdeu toda a parte elétrica da casa, encanamento, pintura… Perdemos a cozinha completamente. Meu pai e minha mãe também perderam os celulares deles, uma televisão… Foi bem difícil.”

Uelber, atacante do Londrina

O atacante usou suas redes sociais para falar do ocorrido. O Londrina também foi às redes para mencionar que está dando apoio e suporte ao atleta. Jogadores do elenco e comissão técnica estão ajudando para que o companheiro de time e os familiares possam recuperar os pertences perdidos. “A ajuda tem sido fundamental, sabe?! Meus amigos, minha família, o próprio Londrina vem me ajudando. Isso tem sido de bastante utilidade pra mim”, agradeceu Uelber.

Vaquinha

Após o incêndio, Uelber teve de se abrigar na casa da irmã, onde está até hoje. Para que o atleta recomponha sua casa, foi criada uma vaquinha virtual para que os interessados em ajudar possam doar qualquer quantia O link da Vakinha é: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajuda-para-o-uelber

Luiz Fernando Santos

Engenheiro eletrônico de formação, decidiu seguir a carreira jornalística por amor ao esporte. Está na área como repórter e comentarista desde 2018.

Luiz Fernando Santos tem 53 posts e contando. Ver todos os posts de Luiz Fernando Santos

Luiz Fernando Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *