Foto: Gustavo Roquete/Capital CF

Xô, empate: Capital goleia Sobradinho no Mané

Demorou 45 dias e oito rodadas, mas o Capital voltou a vencer no Candangão — com direito a goleada em cima do Sobradinho. No último jogo da primeira fase, as equipes se enfrentaram em um Mané Garrincha onde os gritos de dentro do campo ecoavam, já que todos os duelos desta quarta-feira (18) foram realizados com portões fechados

Os dois times vieram com escalações diferentes em relação à última rodada. O Capital, mandante, tomou a iniciativa da partida.

Com ambos já classificados, o jogo começou morno, mas Américo, ao final do primeiro tempo de partida, abriu o placar do que viria a ser uma goleada.

Primeiro tempo

A primeira boa chance foi do Capital. Aos 9’, Romário recebeu na esquerda e conseguiu o chute, para uma boa defesa de Uoston. Foi quando o time de Sobradinho acordou para a partida. Aos 14’, Danilo foi mais rápido que a marcação, e no cara a cara com Michael, acabou caindo, mas a arbitragem nada marcou. 

O Capital explorou bem o ataque pelo lado esquerdo do campo, nas costas de Wesley e pelos pés de Romário. O meia e os atacantes Tanque e Américo criaram diversas chances de abrir o placar. Para desespero do técnico Luis dos Reis, o Sobradinho não conseguiu mais segurar a bola.

As melhores chances para as duas equipes vieram no mesmo minuto, aos 31′. A primeira foi do Capital, quando Romário passou por toda a defesa, mas na hora de driblar o goleiro acabou perdendo a bola. No contra-ataque, pênalti para o Sobradinho. Douglas bateu, e Michael defendeu. No rebote, foi a vez de Ricardo Guilherme finalizar, mas Michael pegou de novo.

O primeiro gol veio aos 43’. Américo recebeu pela direita e chutou cruzado e rasteiro, sem defesa para o goleiro Uoston.

Segundo tempo

Logo no começo, aos 4’, Romário marcou o dele em chute forte pela esquerda. Era o segundo da Coruja.

Aos 14′, Ivan tentou o passe rasteiro para Tanque finalizar, e Uoston defendeu. Em seguida, aos 16′, mais uma boa jogada da Coruja, com uma troca de passes envolvente na entrada da área e nova finalização defendida pelo arqueiro do Sobradinho. 

Um minuto depois, Romário foi mais rápido que Uoston ao dominar a bola, mas carimbou a trave. Aos 19’, o meia tentou novamente o passe, Tanque chutou e Uoston tirou. Américo pegou o rebote e acabou isolando.

O Capital dominava a partida. O técnico Marquinhos Carioca colocou Vitão no lugar de Tanque, e em seu primeiro toque na bola, o atacante empurrou para o fundo das redes para marcar o terceiro gol da partida. 

As substituições do Capital iam sendo realizadas, mas o time seguia com a proposta de jogo de atacar. Embora o técnico Luís dos Reis tenha mandado o banco de reservas aquecer antes dos 10 minutos, o Sobradinho só foi fazer primeira mudança quando já estava perdendo por 3×0.

Aos 37’, Romário marcou o quarto para fechar o placar. Fim de jogo: Capital 4×0 Sobradinho.

Jogos adiados

Por causa do surto do novo coronavírus, a Federação de Futebol do DF (FFDF) optou pelo adiamento dos jogos da próxima fase, além do jogo já atrasado entre Real e Gama, que decide quem será o primeiro colocado do Candangão nesta fase. Com a derrota, o Sobradinho caiu para a oitava posição, a última da zona de classificação, enquanto o Capital ficou com o sexto lugar.

Nas oitavas de final, até então, o Capital enfrenta o Real Brasília; o Sobradinho pega o Gama. Cabe salientar que a Coruja passará por julgamento no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-DF) por suspeita de escalação irregular do goleiro Cleysson. Se punido, o time pode perder três pontos e cair na tabela, o que mudaria seu adversário no mata-mata.

FICHA TÉCNICA
CAPITAL 4×0 SOBRADINHO

Campeonato Candango 2020 – 11ª rodada
Estádio Nacional Mané Garrincha, Brasília-DF – 18/03/2020, 15h30h

Árbitro: Gildevan Lacerda
Assistentes 1 e 2: Lehi Souza e Robson Barbosa
Quarto árbitro: Pedro Alves 
Inspetor: Rodrigo Paulino

Capital

Michael; Ivan, Dão, Juan, Guilherme; Werick, Maicom, Romário e Paulinho Mossoró; Felipe Tanque (Vitão) e Américo (Jadelson)
Técnico: Marquinhos Carioca

Gols: Américo (43’ 1T), Romário (4’ 2T e 37’ 2T), Vitão (24’ 2T)
Cartões amarelos: Ivan
Cartão vermelho: não houve

Sobradinho

Uoston; Erthal, Felipe Marcelino, Matheus Carneiro e Caio; Gabriel Vitor, Ricardo Guilherme (João Vitor) e Douglas; Danilo, Dimas (Bruno) e Wesley
Técnico: Luis dos Reis

Gols: não houve
Cartões amarelos: Luis Felipe
Cartão vermelho: não houve

Camila Bairros

Jornalista pós-graduanda em jornalismo digital. Trabalha com esportes e, nas horas vagas, assiste futebol e pratica mais esportes.

Camila Bairros tem 46 posts e contando. Ver todos os posts de Camila Bairros

Camila Bairros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *