Foto: Ricardo Botelho/Real Brasília FC

Real Brasília vence e assegura o terceiro lugar; Taguatinga fica em quinto

Nesta quarta-feira (18), pela última rodada da primeira fase do Campeonato Candango de 2020, o Real Brasília enfrentou o Taguatinga no CT do Real. A razão de o duelo acontecer em um centro de treinamento foi uma determinação tardia e inexplicada do Governo do Distrito Federal (GDF), que proibiu os clubes de mandarem os jogos nos estádios locais a cerca de três horas do início das partidas.

Mas no que diz respeito a bola rolando, melhor para o Leão do Planalto, que venceu e terminou a primeira fase da competição em terceiro lugar, o que lhe dá direito de decidir as oitavas de final em casa.

Gol daqui, virada de lá

Com apenas cinco minutos jogados, o Real tomou um susto. Após escanteio, Júlio César subiu mais que todo mundo e testou para abrir o placar para os visitantes.

A resposta veio rápida. Aos 11′, William Chrispim aproveitou rebote da zaga, ajeitou e acertou belo chute cruzado da entrada da área e empatou a partida.

A virada dos mandantes veio logo em seguida. Aos 17 minutos, Davi Ceará, em cobrança de falta, colocou o Leão a frente no jogo.

Depois do gol e com a vantagem no marcador, o Real Brasília começou a controlar a posse de bola e diminuir a intensidade. Foi aí que o Taguatinga atacou novamente. Aos 39′, Marquinhos recebeu de fora da área e bateu rasteiro no canto, sem chances para Léo Unamuzaga. 2×2.

O empate no placar não durou muito. Na segunda etapa, logo aos dois minutos, o zagueiro Sandro foi no terceiro andar após Davi Ceará cobrar escanteio. A bola desviou na zaga e sobrou limpa para William Chrispim marcar mais um.

Foto: Ricardo Botelho/Real Brasília FC

Chega de gols

Diferente da primeira metade, o Real com a vantagem no placar não permitiu que o Taguatinga tentasse uma reação e continuou pressionando o adversário. Aos 18′, Diogo fez um milagre. Gilvan recebeu livre dentro da área, e o goleiro fez duas defesas incríveis em sequência para salvar os visitantes. Uma delas foi com os pés.

Aos 25 minutos, o arqueiro do Taguatinga salvou a equipe novamente. Castro Júnior recebeu na intermediária, limpou a marcação e bateu no canto para mais uma boa defesa do de Diogo.

Foi o último ataque promissor do jogo. Depois do tempo técnico, a Águia Branca ainda tentou uma pressão no final com bolas alçadas na área, mas sem chances claras de gol. Final de jogo: Real Brasília 3×2 Taguatinga.

A vitória deixou o Real na terceira colocação. Já o Taguatinga estacionou em quinto lugar. O time azul anil ainda tem um jogo pendente contra o Gama, mas o resultado não vai afetar a posição do time em relação aos adversários.

Sequência

Nas quartas de final, o Real Brasília terá o Luziânia pela frente, com a vantagem de jogar o segundo jogo no estádio Ciro Machado. O Taguatinga também decidirá em casa, contra o Formosa. As partidas, no entanto, estão suspensas até que o risco de contaminação pelo novo coronavírus seja reduzido no Distrito Federal.

FICHA TÉCNICA
REAL BRASÍLIA 3×2 TAGUATINGA

Campeonato Candango de 2020 – 11ª rodada
Estádio Abadião – DF – 18/03/2020, às 15h30

Árbitro: Adriano Luiz Neri
Assistentes 1 e 2: Kleber Alves e Milton Alves
Quarto árbitro: Nathan Lenkart
Inspetor: Josué Rodrigues Porto

Real Brasília

Léo Unamuzaga; Dedê, Perivaldo, Sandro e Léo Campos; Castro Júnior, Leandro Brasília (Geovane) e Davi Ceará; Matheus (Wisman), William Chrispim (Raphael Soares) e Gilvan
Técnico: Buião

Gols: William Chrispim (11’ – 1ºT e 2’ – 2ºT) e Davi Ceará (17’ – 1ºT)
Cartões amarelos: Perivaldo, William Chrispim e Buião (técnico)
Cartão vermelho: não houve

Taguatinga

Diogo; Douglas Rato, Dogão, Jefferson e Júlio César; Heltinho (Raphael Augusto), Lucas Santos, Marquinhos e Júnior Alves (David); Lucas Victor e Martinelly (Everton)
Técnico: Jezimar Marques (Flu)

Gol: Júlio César (5’ – 1ºT) e Marquinhos (39’ – 1ºT)
Cartões amarelos: Júlio César, Everton e Roberto (preparador físico)
Cartão vermelho: Não houve

Luiz Fernando Santos

Engenheiro eletrônico de formação, decidiu seguir a carreira jornalística por amor ao esporte. Está na área como repórter e comentarista desde 2018.

Luiz Fernando Santos tem 51 posts e contando. Ver todos os posts de Luiz Fernando Santos

Luiz Fernando Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *