Foto: Igo Estrela/Metrópoles

Brasiliense atropela Paranoá e repete maior goleada do Candangão 2020

O Brasiliense finalizou a fase de classificação do Candangão 2020 de bem com a vida, goleando o já rebaixado Paranoá por 8×0. Mesmo desfalcado de Aldo, Marcos Aurélio e Rafael Donato, a equipe mostrou a força do elenco e o motivo de ser uma das favoritas ao título. O resultado de 8×0 repete a maior goleada do campeonato até aqui, quando o próprio Brasiliense fez o mesmo placar contra o Ceilandense.

A razão de o duelo acontecer em um centro de treinamento foi uma determinação tardia e inexplicada do Governo do Distrito Federal (GDF), que proibiu os clubes de mandarem os jogos nos estádios locais a cerca de três horas do início das partidas.

O jogo

O Jacaré começou indo pra cima e abriu o placar logo aos 2’. Railan levou a bola pela direita e passou para Peninha, que, com muita categoria, fez o primeiro. O time quase ampliou no segundo ataque, quando a bola sobrou pra Zé Love, que ajeitou e chutou forte, mas a finalização passou por cima.

O Paranoá acabou recuando e incitando os ataques do Brasiliense, que voltou a levar perigo aos 12’. Fernandinho fez boa jogada pra esquerda, Zé Love fez o corta-luz, e a bola sobrou pra Peninha, que pegou firme, mas acabou chutando em cima do goleiro.

Aos 20’, Neto Baiano teve mais uma chance em falta perto da área, o atacante soltou a bomba mas a bola foi em cima do goleiro adversário. O Paranoá seguiu sem conseguir assustar a equipe do Brasiliense, sem inclusive passar do meio campo.

O Jacaré conseguiu ampliar aos 41’. Romário roubou a bola no meio e deixou pra Zé Love, que devolveu pra o volante. Com a bola ainda quicando, ele bateu no lado esquerdo do gol pra fazer 2×0.

Ainda no primeiro tempo, a equipe do Brasiliense fez o terceiro. Aos 44’, Romário deu bote e iniciou o ataque, passando pra Manoel. O centroavante deu bom passe abrindo na direita pra Railan, que viu Zé Love sozinho e deu passe açucarado para o Artilheiro do Amor fazer mais um. 3×0 e passeio dos donos da casa na primeira etapa.

Zé Love indo às redes. Essa cena ainda se repetiria duas vezes no jogo. Foto: Igo Estrela/Metrópoles

O segundo tempo começou com o Paranoá tentando algo diferente para diminuir o placar. Kaká chegou aos 3’, após receber bola pelo meio. Ele puxou pra canhota e chutou forte, mas sem direção.

Contudo, depois, o Brasiliense seguiu controlando o jogo, e assustou novamente aos 16’. Manoel recebeu bom lançamento, dominou no peito e lançou pra Fernandinho. O lateral-esquerdo cruzou de volta pra o centroavante, que pegou de primeira. A bola tirou tinta da trave.

Aos 18′, não teve jeito. Fernandinho fez bom cruzamento para Neto Baiano, que dominou e fez um lindo giro pra tirar o defensor. Depois, foi só escolher o canto para ampliar o placar.

O Brasiliense voltou as redes aos 23’. Manoel recebeu na direita, invertendo a posição com Railan, que estava por dentro, tabelou com o lateral-direito, entrou na área e passou para Zé Love. Livre, o atacante marcou mais um. 5×0.

Perdido na partida, o Paranoá não conseguia reagir e acabou vendo o Brasiliense ampliar aos 28. Railan chegou outra vez pela direita e acou Zé Love, que, como todo bom artilheiro, estava no lugar certo e na hora certa. 6×0 Brasiliense. Foi a terceira assistência de Railan e o terceiro gol de Zé Love no jogo.

Railan estava impossível. Aos 38’, deu mais uma assistência. Em jogada ensaiada, o lateral cobrou falta para Esquerdinha. Dentro da área, o meia chutou cruzado com força, estufando as redes pela sétima vez.

Aos 44, foi a vez do estreante Renatinho balançar as redes. Após bom passe dele mesmo em profundidade, Zé Love acabou sendo derrubado na área. Renatinho pediu a bola, cobrou o pênalti e fechou a conta. Placar final: Brasiliense 8×0 Paranoá.

Jacaré termina a primeira fase com goleada. Foto: Igo Estrela/Metrópoles

Com o resultado, o Brasiliense chega à mesma pontuação do líder, Gama. O alviverde ainda encara o Real Brasília. Em caso de derrota, o Jacaré assume a liderança geral da primeira fase do Candangão. O Paranoá, por sua vez, foi rebaixado à segunda divisão e só volta às atividades em 2021.

FICHA TÉCNICA
BRASILIENSE 8×0 PARANOÁ

Campeonato Candango 2020 – 11ª rodada
CT do Jacaré, Brasília-DF – 18/03/2020, 16h

Árbitro: Allyson Zilse
Assistentes 1 e 2: Marconi Gonçalo e Josieliton Santos
Quarto árbitro: Marcello Rudá
Inspetor: Raimundo Nonato

Brasiliense

Edmar Sucuri; Railan, Preto Costa (Bruno Oliveira), Badhuga, Fernandinho; Romário, Peninha, Esquerdinha; Manoel (Lorran), Neto Baiano (Renatinho) e Zé Love
Técnico: Marcio Fernandes

Gols: Peninha, Romário, Zé Love (3), Neto Baiano, Renatinho e Esquerdinha
Cartões amarelos: não houve
Cartão vermelho: não houve

Paranoá

Cesinha; Vitinho, Fábio Guedes, André Gomes e Francisco; Gabriel Neves, Hélio Júnior (Leonardo) e Dogão; Ivan, Gutemberg (Gardiel) e Kaká

Técnico: Cristóvão Pereira

Gols: não houve
Cartões amarelos: Vitinho
Cartão vermelho: não houve

Rômulo Maia

Jornalista e goleiro de futebol. Apaixonado por todos os tipos de esportes e pelo Jornalismo. Defende que as mulheres tenham as mesmas oportunidades que os homens, e que os mais carentes tenham incentivo à prática do desporto. "O esporte é a ferramenta de inserção social mais eficaz, pois o resultado é imediato e as transformações são surpreendentes."

Rômulo Maia tem 234 posts e contando. Ver todos os posts de Rômulo Maia

Rômulo Maia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *