Mesmo jogando melhor, Taguatinga fica no 0x0 contra o Ceilandense

O Serejão recebeu, nesta quinta-feira (5), o embate entre Taguatinga e Ceilandense. O jogo válido pela oitava rodada do Candangão terminou sem bola na rede. O público presente assistiu um 0x0, mas que poderia ter acabado com uma vitória do TEC. O time azul dominou todo o primeiro tempo e boa parte do segundo, mas não conseguiu converter as chances criadas em gols. 

A equipe do Ceilandense, mesmo deixando a lanterna, se complicou com o empate. Faltando três rodadas para o fim da primeira fase, a equipe soma dois pontos, e está a cinco do Unaí – primeiro time fora da zona de rebaixamento. O Taguatinga perdeu uma posição com o resultado, e agora ocupa o sexto lugar.

Domínio azul 

Mesmo com o 0x0 no placar, o dono do primeiro tempo teve nome e sobrenome: Taguatinga Esporte Clube. A equipe azul tomou a iniciativa logo no começo e dominou o adversário. Aos dois minutos, Regino quis aproveitar o campo molhado e bateu rasteiro de longe, e o goleiro Jonathan espalmou. 

Mesmo com um esquema de três zagueiros montado pelo técnico Mazolinha, com Índio ajudando no meio, o Ceilandense sofria na defesa. Aos 10′, Heltinho cruzou para o meio da área, Jonathan defendeu e a bola sobrou limpa para Marquinhos, que chutou por cima. 

Regino estava inspirado para arriscar de longe. Aos 17′, o meia do TEC aproveitou uma bola mal afastada pela defesa e bateu firme no meio. Depois, aos 29 minutos, o camisa 98 carregou e chutou no cantinho. Nas duas oportunidades, o arqueiro do Dragão estava esperto no lance para fazer a defesa. 

Aos 37′, Lucas Victor recebeu na marca do pênalti, girou e bateu firme. Novamente Jonathan apareceu para evitar o gol do Taguatinga.

A única chance do Ceilandense surgiu somente aos 42′. Henrique recebeu na entrada da área, tirou a marcação e bateu por cima da meta defendida por Diogo. 

Ceilandense melhora 

A conversa no vestiário fez com que o time do Ceilandense voltasse com outra postura para o segundo tempo. A equipe buscou mais o ataque, e com menos de um minuto, criou a primeira chance. Anderson chutou de fora no meio do gol, sem dificuldades para a defesa de Diogo. Aos 6′, Henrique carregou pelo meio e bateu por cima. 

O TEC respondeu um minuto depois. A equipe chegou trabalhando a bola de pé em pé até que Lucas Victor bateu cruzado pela direita e a bola para fora.  

Taguatinga volta a dominar 

Aos 15′, Léo Veloso recebeu em profundidade e, cara a cara com Jonathan, bateu para fora no canto direito. Aos 26′, Dan invadiu pela esquerda e tentou colocar no ângulo, mas a bola saiu rente ao travessão. 

O time azul seguiu com muito volume de jogo, e os rubro-negros desesperados pelo resultado, erravam as tomadas de decisões quando tinham a bola no ataque. Aos 40′, Regino lançou Dan dentro da pequena área, a defesa tentou tirar, a bola bateu no atacante do TEC e por muito pouco não entrou no gol. 

Aos 44′, o Dragão teve a chance de matar o confronto. Em um contra-ataque rápido, Lorran foi lançado pela esquerda. O atacante teve a oportunidade de rolar para um companheiro mais bem colocado para finalizar, mas preferiu arriscar o chute que saiu fraquinho e se perdeu pela linha de fundo. Final: Taguatinga 0x0 Ceilandense.

Pela nona rodada, as duas equipes voltam à campo no próximo domingo (8). O Taguatinga vai até o Bezerrão para enfrentar o Paranoá, às 15h30. Já o Ceilandense recebe o Sobradinho no Abadião, às 10h30. 

FICHA TÉCNICA
TAGUATINGA 0 X 0 CEILANDENSE
 

Campeonato Candango 2020 – 8ª rodada 
Estádio Serejão, Taguatinga-DF – 05/04/2020, 15h30 

Árbitro: Rodrigo Raposo 
Assistentes 1 e 2: Lucas Modesto e Gilbert Havila da Silva 
Quarto árbitro: Francisco Diego Gomes Bezerra 
Inspetor: Josué Rodrigues Porto 

TAGUATINGA 

Diogo; Douglas Rato, Dogão, Daniel Felipe e Denilson; Luan (Rafael Augusto), Heltinho, Regino e Lucas Vitor; Marquinhos Paracatu e Léo Veloso (Dan) 
Técnico: Flu 

Gols: não houve 
Cartões amarelos: Daniel Felipe 
Cartões vermelhos: não houve 

CEILANDENSE 

Johnathan; Fernando Elias, Índio, Anderson Nascimento (Bruno) e Michael Douglas; Marcos Nery, André Júnior e Henrique; Welton (Lorran), Vitor (Lucas Morais) e Anderson 
Técnico: Edson de Souza (Mazolinha) 

Gols: não houve 
Cartões amarelos: Fernando Elias e Índio
Cartões vermelhos: não houve 

André Gomes

Um apaixonado por esportes (com um carinho especial por futebol, basquete, surf e skate). Defende a ideia de que, por questões éticas, todo jornalista deve revelar o time que torce.

André Gomes tem 87 posts e contando. Ver todos os posts de André Gomes

André Gomes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *