Foto: Gabriel L. Mesquita/SE Gama

Ninguém segura! Gama goleia Paranoá e segue na ponta do Candangão

A torcida do Gama tem dito que quando há jogo do alviverde, a chuva cairá inevitavelmente. E neste sábado (29) o mantra do torcedor do Periquito se fez realidade novamente. Às 16h, com uma leve garoa, a bola rolou para Paranoá x Gama, partida válida pela sétima rodada do Candangão.

O Gama passeou novamente e aplicou nova goleada na temporada. Nunes, Gabriel, Malaquias, David Souza e Wagner Balotelli escreveram a sétima vitória do alviverde em oito partidas disputadas no ano. O alviverde chegou a 21 pontos na competição e segue sendo o líder isolado; o Paranoá acumulou mais uma rodada sem vencer e é o vice-lanterna da competição.

Primeiro tempo morno

A primeira etapa reservou poucas emoções para o coração do torcedor. Diferente do que se pensava, o Paranoá não se fechou a fim de impedir o ímpeto alviverde e se lançou ao ataque. Se tivesse sido mais caprichoso, poderia ter surpreendido os “visitantes”, que respondiam à altura com bons ataques.

Com 17 minutos jogados, o Gama abriu o placar. Wagner Balotelli deixou David Souza livre na área. O ponta cruzou rasteiro para Nunes, que empurrou para o fundo das redes.

Tarta protagonizou três jogadas de perigo. Numa delas, cruzou para Maranhão, que por muito pouco não conferiu o segundo gol. Depois, em nova bola alçada na área, Nunes acertou a testa na pelota, mas Cesinha defendeu. A última delas, numa cobrança de falta da entrada da área, o camisa 8 gamense levou as mãos ao rosto ao ver que a bola raspou a trave esquerda do goleiro. Foi o último lance de perigo na etapa inicial.

Do verde ao branco: gols e mais gols

No segundo tempo, o alviverde trocou o “alvi” pelo verde e atuou os 45 minutos finais com camisas brancas. E elas trouxeram sorte ao Gama. O jogo era monótono até os 15 minutos, quando Maranhão enfiou para Gabriel, que invadiu a área e cruzou. A bagunça estava feita e, após o bate-rebate, o mesmo Gabriel aproveitou a sobra, encobrindo o goleiro e marcando o segundo. Golaço!

A partir do lance, a porteira abriu. Aos 17’, Malaquias cruzou, e a bola cortou toda a grande área. Maranhão ficou com ela e levantou de volta, enganando os defensores. Malaquias, então, cabeceou para o gol vazio e fez o terceiro.

Malaquias voltou de lesão já marcando gol. Foto: Gabriel L. Mesquita/SE Gama

Com 24 minutos, Tarta cobrou falta na área. Nunes cabeceou forte, Cesinha deixou rebote, e David Souza aproveitou para fazer o quarto, seu primeiro gol com a camisa do Gama.

á no último minuto, Norton levantou na área e Nunes novamente subiu de cabeça, mas dessa vez quem deu rebote foi o travessão. A bola ficou nos pés de Balotelli, que fuzilou para o gol, fechando as contas: Paranoá 0x5 Gama.

Norton, que também voltou de lesão, acertou o travessão após chute colocado de fora da área. O meia também cobrou escanteio na cabeça de Emerson, que mandou a pelota no mesmo travessão. Foi tudo que o segundo tempo reservou para a partida.

Na próxima rodada o Gama enfrenta o Capital, às 20h da quarta-feira (4), no Bezerrão. Na mesma data e horário, o Paranoá enfrenta o Formosa, no Diogão.

FICHA TÉCNICA
PARANOÁ 0 x 5 GAMA

Campeonato Candango 2020 – 7ª Rodada
Estádio Bezerrão, Gama-DF – 29/02/2020, 16h

Árbitro: Marcelo Rudá
Auxiliares 1 e 2: Daniel Andrade e José Ricardo de Melo
Quarto árbitro: Gutemberg D’Ávila
Inspetor: Marrubson Freitas

Público 653
Renda: R$16.575,00

PARANOÁ

Cesinha; Vitor, Fábio Guedes, Kemerson e Kaká; Antônio, Guilherme, Helinho e Junio Carvalho; Leonardo, Ismar (Ivan) e Douglas Victor (Edinho Granja)
Técnico: Cristóvão Pereira (substituto)

Gol: não houve
Cartão amarelo: Vítor
Cartão vermelho: não houve

GAMA

Calaça; Gabriel, Gustavo, Emerson e Paulo Henrique; Wagner Balotelli, Tarta (Filipe Werley) e Andrei Alba (Malaquias); David Souza, Jefferson Maranhão (Norton) e Nunes
Técnico: Vilson Tadei

Gols: Nunes (17’ – 1ºT), Gabriel (15’ – 2ºT), Malaquias (17’ – 2ºT), David Souza (24’ – 2ºT) e  Wagner Balotelli (45’ – 2ºT)
Cartões amarelos: não houve
Cartões vermelhos: não houve

Gabriel Lopes Mesquita

Apenas um rapaz latino americano. Como Eduardo Galeano, sou um mendigo do bom futebol. Eterno estudante do desporto.

Gabriel Lopes Mesquita tem 50 posts e contando. Ver todos os posts de Gabriel Lopes Mesquita

Gabriel Lopes Mesquita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *