Capital empata com Ceilândia e soma terceiro 0x0 seguido

Mais um 0x0 para a conta do Capital. Esse foi o placar após a partida contra o Ceilândia na tarde desta sexta-feira (21), no estádio Bezerrão, fechando a sexta rodada do Candangão 2020. É o terceiro jogo da Coruja em que as redes não balançam.

Primeiro tempo

A primeira etapa do jogo foi fraca. Ninguém conseguiu trabalhar a bola para fazer uma grande jogada, restando jogar no erro do adversário. O Capital chegava por meio de faltas marcadas na entrada da área, enquanto o Ceilândia usava da velocidade de Murilo para puxar contra-ataques. Os goleiros Cleysson e Henrique pouco trabalharam.

O Capital começou rodando a bola, e conseguiu seu primeiro ataque em uma cobrança de escanteio que foi direto para o gol, aos 4’, quando Henrique pulou para afastar o perigo.

Aos 6’, Romarinho tentou uma jogada individual pelo meio e foi parado. Na cobrança, chutou direto para fora. Em outra oportunidade de alçar a bola na área após sofrer falta, Paulinho Mossoró cruzou para Peixão, mas o zagueiro errou o cabeceio.

Depois disso, o time do Capital acordou para o jogo. Aos 25’, Romarinho cortou pelo meio e chutou de longe. Henrique defendeu, Fernandinho pegou a sobra, mas não aproveitou a oportunidade.

O Ceilândia seguiu jogando no erro do Capital e aproveitando as roubadas de bola para contra-ataques. Mas aos 29’, depois de erro na saída de bola do Gato Preto, Paulinho Mossoró conseguiu arriscar de longe, e Henrique fez boa defesa.

Já nos acréscimos, em outra cobrança de falta, Tanque aproveitou o pulo da barreira pra chutar rasteiro, obrigando o goleiro do Ceilândia a cair para salvar e sair comemorando como se tivesse feito um gol.

Segundo tempo

Aos 4’, os dois técnicos já tinham mandado todo o banco para aquecimento. Pelo Capital, a primeira troca foi a saída Bruno para entrar Américo, recuperado de lesão.

Infeliz com o jogo, o técnico Victor Santana não demorou a fazer a segunda troca, e Leozynho entrou no lugar de Paulinho Mossoró. Gauchinho também preparou duas substituições para tentar mudar a equipe. Gabriel e Jonatan entraram nos lugares de Paulinho e Braian.

O Ceilândia, enfim, começou a colocar as asas de fora aos 30’ do segundo tempo. As substituições deram velocidade ao time. O primeiro bom ataque foi com Gabriel, que deixou a defesa no chão, mas acabou perdendo a finalização. Aos 41’, Piá conseguiu o cabeceio e quase abriu o placar.

Aos 44’, O Ceilândia teve mais uma grande chance de vencer a partida, mais uma vez com Gabriel, que passou por todo mundo e finalizou em cima de Cleysson.

Nos acréscimos, Maicon, que nem chegou a entrar em campo, foi expulso após dar um soco no banco de reservas. Fim de jogo: Capital 0x0 Ceilândia.

Ao final da partida, ao ser perguntado por que o time não consegue mais marcar gols, o técnico Victor Santana falou sobre a partida de hoje. “Tivemos boas oportunidades. No segundo tempo tivemos um bom início, abri meu time, pus atacante e meia, e acabou que no final quase perdi o jogo por ter arriscado demais, mas eu precisava ganhar o jogo”, conta. “Tivemos uma queda brusca no segundo tempo, não conseguimos mais chegar ao gol do adversário”, lamenta.

Com o empate, o Capital termina a rodada na sexta posição, uma abaixo da qual estava, com oito pontos. Já o Ceilândia segue na décima colocação, agora com quatro pontos.

O Gato Preto enfrenta o lanterna Ceilandense na próxima rodada. O Capital joga contra o Luziânia.

Capital 0 x 0 Ceilândia

Campeonato Candango 2020 – 6ª rodada

Estádio Bezerrão, Gama-DF – 21/02/2020, 15h30

Árbitro: Sávio Pereira Sampaio
Assistentes 1 e 2: Marconi Souza e Matheus Felipe
Quarto árbitro: Francisco Bezerra
Inspetor: Jamir Carlos

Público: 274 presentes
Renda: R$ 5.880

Capital

Cleysson; Ivanzinho, Medeiros, Peixão e Romarinho; Lucas Garcia, Bruno Oliveira (Américo), Fernandinho (PC) e Paulinho Mossoró (Leozynho); Tanque e Willian.

Técnico: Victor Santana

Cartão amarelo: não houve
Cartão vermelho: Maicon

Ceilândia

Henrique; Braian (Jonatan), João Afonso, Felipe Piá, Murilo; Halyver, Evandro, Daniel e Carlos Eduardo (Juan); Paulinho (Gabriel) e Vini

Técnico: Gauchinho

Cartões amarelos: Felipe Piá, Vini, João Afonso, Halyver

Cartão vermelho: não houve

Camila Bairros

Jornalista pós-graduanda em jornalismo digital. Trabalha com esportes e, nas horas vagas, assiste futebol e pratica mais esportes.

Camila Bairros tem 47 posts e contando. Ver todos os posts de Camila Bairros

Camila Bairros

Um comentário em “Capital empata com Ceilândia e soma terceiro 0x0 seguido

  • Avatar
    21 de fevereiro de 2020 em 19:57
    Permalink

    Cleysson salvou o Capital de uma derrota, fez três defesas espetaculares no final do jogo.
    Entendo também que o a equipe do Capital perde a forma técnica e principalmente o preparo físico no segundo tempo.
    É necessário agora mudar a forma de jogar, já está entrando a fase decisiva para a classificação entre os oito times.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *