Joia do futebol candango é campeã da Libertadores Sub-16

A jovem Milena Barreto, conhecida como Mileninha, fez história no Torneio Fiesta Evolución, a Copa Libertadores Sub-16, que foi disputada em Montevidéu-URU.  Além de ser campeã da competição, Mileninha ainda conseguiu conquistar o título de melhor jogadora da competição, e também foi a artilheira da equipe com quatro gols.

Diferente do começo da maioria das meninas no futebol, Mileninha teve o incentivo de seu pai, que era jogador, e logo aos seis anos de idade começou a jogar nos campos e também nas quadras, através da escolinha G12 de Brasília. Por lá, ela ficou até os 13 anos, quando passou a fazer parte do futsal do Minas Icesp. Talentosa, aos 16 começou a jogar no time de campo, se destacou e chamou a atenção do Internacional.

A atleta agora se prepara para a Copa Disney, que é considerada o mundial da categoria, onde serão reunidos os melhores classificados de cada continente, na competição que será disputada em Orlando, na Flórida. A atleta comentou sobre essa oportunidade. “Estou muito animada para esse meu primeiro mundial, o foco será o mesmo, trabalhar muito, mostrar meu futebol e buscar o título da competição”, afirmou.

Calma fora dos campos, dentro dele Mileninha é outra. Se transforma em uma jogadora de jogadas agudas, passes verticais, muita habilidade, bons chutes e precisão. Apesar de jovem, a atleta já pensa em voos mais altos. “Meu sonho é chegar a seleção, ganhar um título por ele, de preferência uma copa do mundo, e é pra isso que trabalho firme todos os dias, buscando dar o meu máximo para seguir melhorando cada vez mais”, destaca.

Rômulo Maia

Jornalista e goleiro de futebol. Apaixonado por todos os tipos de esportes e pelo Jornalismo. Defende que as mulheres tenham as mesmas oportunidades que os homens, e que os mais carentes tenham incentivo à prática do desporto. "O esporte é a ferramenta de inserção social mais eficaz, pois o resultado é imediato e as transformações são surpreendentes."

Rômulo Maia tem 214 posts e contando. Ver todos os posts de Rômulo Maia

Rômulo Maia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *