Real Brasília atropela o Paranoá e segue invicto na competição

O Real Brasília segue sem saber o que é derrota. A equipe venceu o Paranoá por 4×0 e segue invicta e sem tomar gols na competição. Em mais um dia iluminado, Gilvan fez mais três gols e disparou na artilharia.

O jogo começou com muita troca de passes e marcação das equipes. A primeira finalização demorou a acontecer e veio somente aos sete minutos, quando Wisman puxou na direita e bateu, mas a bola foi longe da meta adversária.

No lance seguinte, o atacante teve nova chance após boa jogada de Léo Campos pela esquerda, mas o zagueiro adversário se recuperou e travou o lance. Robinho teve oportunidade após escanteio aos nove minutos, mas emendou para fora

O Real Brasília continuou comandando as ações ofensivas e voltou a assustar aos 16′, quando em falta de fora da área o lateral Léo Campos chutou direto para gol. A bola passou perto.

A intensidade ofensiva resultou no primeiro gol da equipe aos 20′, após ser derrubado na área pelo zagueiro Alan Cloth, Gilvan cobrou pênalti e fez o quinto gol dele na competição, abrindo o placar para os visitantes. O Paranoá, já na saída de bola, tentou o empate com Dogão, em sua primeira ação ofensiva, mas o chute de esquerda foi para fora.

O Real Brasília voltou a assustar aos 23′, após roubada de bola de Wisman, que passou pra Davi Ceará. O meia ajeitou e chutou de canhota, para grande defesa do estreante Cesinha. Após o lance, o jogo esfriou e só voltou a ter novas emoções aos 36′, quando Wisman recebeu livre pela direita, chegou no fundo e chutou forte, mas ninguém conseguiu escorar.

Na jogada seguinte, o Real Brasília deu uma aula de contra-ataque e ampliou o placar, novamente com Gilvan. Após excelente jogada entre Davi e Davi Ceará, o camisa 10 cruzou para o centroavante colocar no fundo das redes.

O Paranoá voltou pressionando e aos dois minutos teve a primeira chance da segunda etapa, com Dogão, que girou em cima do zagueiro e finalizou para fora. O Real respondeu aos seis minutos com um chutaço de Davi. O atacante desceu pela esquerda, puxou para dentro e finalizou bonito, mas bola explodiu na junção da trave com o travessão e saiu.

O placar aumentou aos 20′, com o terceiro gol de Gilvan na partida. A zaga tentou sair jogando e perdeu a bola, que acabou sobrando para o centroavante. O camisa 9 driblou o goleiro e completou para as redes.

Com os três gols feitos, Gilvan chegou a sete tentos na competição e se tornou o artilheiro isolado. Foto: Ricardo Botelho/Real Brasília FC

O Real fez mais um aos 27′, após boa jogada, Davi recebeu pelo lado esquerdo da zaga e chutou cruzado. A bola ainda triscou na trave antes de entrar.

O Leão do Planalto ainda Brasília teve mais uma chance no último lance da partida. Dedê aproveitou a sobra e chutou bem, mas o goleiro Cesinha fez ótima defesa. Placar final: Paranoá 4×0 Real Brasília.

Com a vitória, o Real Brasília fica na segunda posição, pois a equipe do Gama tem maior saldo de gols. Já o Paranoá segue na 10ª colocação, uma acima da zona do rebaixamento, com apenas um ponto conquistado em quatro jogos.

As duas equipes jogam novamente no próximo sábado (15). O Paranoá vai até o Abadião enfrentar o Ceilândia. Já o Real Brasília receberá o Capital, em local a ser definido.

FICHA TÉCNICA

Paranoá x Real Brasília

Campeonato Candango 2020 – 4ª Rodada
Estádio Bezerrão, Gama-DF – 08/02/2020, 15h30

Árbitro: Christiano Gayo
Assistentes 1 e 2: Gusthavo Sousa e Christofer Souza
Quarto árbitro: Francisco Diego
Inspetor: Raimundo Lopo

Público: 37 pessoas
Renda: R$ 555,00

Paranoá

Cesinha; Vitinho, Fábio Guedes, Alan Cloth (Kemerson) e Giovanne; Gabriel Neves, Helinho, Ismar Reis e Dogão; Gardiel e Júnior Carvalho. Técnico: Vandinho Silva

Gols: Não houve

Cartões amarelos: Fábio Guedes
Cartões vermelhos: não houve

Real Brasília

Léo Rodrigues; Dedê, Pedrão (Perivaldo), Sandro e Léo Campos; Robinho, Geovane (Castro Júnior) e Davi Ceará (Carlos Henrique); Davi, Wisman e Gilvan. Técnico: Buião

Gols: Gilvan (21′ 37 e 20 2º tempo) e Davi (27 2º tempo)
Cartões amarelos: Léo Campos e Carlos Henrique
Cartões vermelhos: não houve

Rômulo Maia

Jornalista e goleiro de futebol. Apaixonado por todos os tipos de esportes e pelo Jornalismo. Defende que as mulheres tenham as mesmas oportunidades que os homens, e que os mais carentes tenham incentivo à prática do desporto. "O esporte é a ferramenta de inserção social mais eficaz, pois o resultado é imediato e as transformações são surpreendentes."

Rômulo Maia tem 466 posts e contando. Ver todos os posts de Rômulo Maia

Rômulo Maia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *