Arena BSB quer receber mais jogos no Mané e admite que pode mudar nome do estádio

Por Camila Bairros e Willian Matos

Na última terça-feira (4), o Complexo Esportivo de Brasília se tornou oficialmente subordinado à Arena BSB, que agora é responsável pelo Estádio Nacional Mané Garrincha, pelo Ginásio Nilson Nelson e pelo Complexo Aquático Cláudio Coutinho. O governador Ibaneis Rocha assinou o termo de concessão, válido pelos próximos 35 anos.

O diretor-presidente do Arena BSB, Richard Dubois, afirmou que quer dar a oportunidade de os clubes do DF mandarem seus jogos no Mané Garrincha sem ter que gastar de forma exacerbada.

“A gente quer viabilizar e trazer mais jogos do Candangão aqui. Vamos ter um estádio mais simples, mais barato, de menor custo, para que os jogos do Candangão possam se realizar aqui.”

Richard Dubois, diretor-presidente do Arena BSB

Novo nome?

Segundo Dubois, é possível que o Estádio Nacional Mané Garrincha seja rebatizado. “Veremos todas as alternativas, mas, sim, talvez tenhamos que mudar por causa dos naming rights. Hoje, o nome ‘Mané Garrincha’ ainda está muito ligado a um passado não muito bonito por causa da obra. A gente quer que o nome celebre o esporte e o grande jogador que Garrincha foi”, declarou.

Naming rights é, basicamente, quando o responsável por um estabelecimento concede dá a uma empresa o direito de colocar seu nome no local, como acontece com o Allianz Parque (estádio do Palmeiras), por exemplo.

Eventos diversos

Segundo o diretor-presidente do Arena BSB, Richard Dubois, a estimativa é de que o Mané Garrincha receba meio milhão de pagantes nos próximos 60 dias. O estádio sediará jogos e eventos esportivos, culturais, religiosos e folclóricos.

Vários destes já foram confirmados para ainda este ano. Entre eles, a Supercopa do Brasil, entre Flamengo x Athletico Paranaense, marcada para o próximo dia 16, às 11h.

“A tabela do Campeonato Brasileiro deve ser divulgada nas próximas semanas, e a Seleção Brasileira já confirmou que o jogo contra a Venezuela será disputado na capital, em setembro deste ano. Teremos também o Mundial de Vôlei feminino e masculino nos próximos três anos, e estamos brigando por basquete, natação, tênis… Todos os esportes terão espaço aqui”, assegurou o diretor-presidente da Arena BSB.

Reprodução: Agência Brasília

Prazos

Com o termo de concessão foi assinado há apenas dois dias, ainda é necessário esperar as licitações, que devem sair nos próximos meses. As obras devem começar apenas no segundo semestre, gerando mais de quatro mil empregos diretos. A expectativa é de que no começo de 2022 sejam entregues restaurantes, lojas, cinema e academia.

Camila Bairros

Jornalista pós-graduanda em jornalismo digital. Trabalha com esportes e, nas horas vagas, assiste futebol e pratica mais esportes.

Camila Bairros tem 43 posts e contando. Ver todos os posts de Camila Bairros

Camila Bairros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *