Após forte chuva, Gama goleia Ceilandense e segue sem saber o que é derrota

Casa cheia, chuva e uma noite de muitos gols no Estádio Bezerrão. Na noite desta quarta-feira (05), a bola rolou para Gama x Ceilandense, partida válida pela 3ª rodada do Campeonato Candango de Futebol.

Quem se saiu bem foi mesmo o Gama. Luquinhas e Maranhão, cada um marcando dois gols, e Nunes, garantiram a goleada de 5×0 do alviverde sobre o Ceilandense, que mal conseguiu chutar a gol durante toda a partida.

Com a vitória, o Gama foi a 9 pontos na competição, e permanece na vice-liderança, atrás do Real Brasília no saldo de gols (11 contra 10). O Ceilandense, por sua vez, permanece sem somar pontos no Candangão e ocupa a penúltima colocação.

Atraso no início da partida

Um temporal caiu sobre a região do Gama-DF, e durante cerca de duas horas, o gramado do Bezerrão foi castigado pela água, o que culminou no atraso do pontapé inicial. Contudo, a drenagem do gramado do Bezerrão suportou o tranco, e em pouco mais de uma hora as poças d’água acumuladas secaram, mesmo sob a chuva mais branda. Às 21h10, Rodrigo Raposo autorizou o início de jogo.

Duas vezes Luquinhas

Mal começou a partida e, logo no primeiro minuto de jogo, Tarta cobrou falta da intermediária com força e obrigou Pedro Afonso a se esticar para defender. A bola sobrou na área e foi de encontro aos pés de Luquinhas. O ponta bateu cruzado, e a pelota desviou na defesa antes de entrar e abrir o placar no Bezerrão.

36 minutos se passaram até o Gama ampliar o marcador. Nesse meio tempo, Tarta teve três boas oportunidades e Jefferson Maranhão viu seu gol ser anulado pela arbitragem, que apontou impedimento após cobrança de escanteio do próprio Tarta. Balotelli também chegou a assustar a defesa rubro-negra, mas Pedro Afonso acabou “defendendo” com os olhos.

Contudo, aos 37’, Esquerdinha recebeu a bola e bateu após invadir a grande área. O projétil explodiu no travessão, e o rebote caiu nos pés do iluminado Luquinhas, que só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio. Três minutos depois, Jefferson Maranhão partiu em velocidade, entrou na grande área e bateu. A bola desviou na trave e entrou, dando números finais ao primeiro tempo: 3×0 Gama.

Mais gols alviverdes

Na segunda etapa, o Ceilandense voltou sem Benito, que foi substituído por Davi. Sem ter incomodado Rodrigo Calaça no primeiro tempo, o rubro-negro tentou ser mais ofensivo nos 45 minutos finais. Mais tarde, Welton substituiu Daniel e Scheldon Júnior entrou na vaga de Estevão. Porém, o tiro saiu pela culatra, e o esquema tático da equipe ofereceu espaços a mais para o Gama sacramentar uma goleada ainda maior.

Maranhão e Nunes fazem 5×0

A goleada começou a ser escrita no primeiro tempo, mas foi no segundo que ela desenvolveu sua forma final. Antes do quarto gol, Esquerdinha perdeu uma boa oportunidade de marcar ao chutar de fora da área e ver a bola sair pela linha de fundo. Seis minutos depois, mais precisamente aos 13’, Balotelli fez ótimo cruzamento na área, e Nunes subiu no último andar para cabecear forte. A bola pingou e acertou o ângulo do gol. 

O mesmo Nunes ajeitou bola para Jefferson Maranhão ficar de cara para o gol e marcar o quinto tento do Gama na partida, fechando a goleada alviverde em 5×0. 

No último minuto, Maranhão saiu novamente de frente para o goleiro, mas dessa vez Pedro Afonso defendeu bem e evitou o que seria o sexto gol. Momentos antes, aos 40’, Thiago Levi teve a melhor oportunidade do Ceilandense em toda a partida. Em cobrança de escanteio da esquerda, o atacante subiu e acertou a testa na bola. Contudo, a oportunidade saiu pela linha de fundo. Minutos depois, Rodrigo Raposo apontou o centro de campo. 

Próxima rodada

Na próxima rodada, as situações se invertem: Gama será visitante e o Ceilandense, mandante. O alviverde vai ao Abadião enfrentar o Ceilândia, no sábado (8), às 15h30. Um dia depois, no domingo (9), o Ceilandense encara o Brasiliense, às 10h30, também no Abadião.

GAMA 5×0 CEILANDENSE

Campeonato Candango 2020 – 3ª Rodada
Estádio Bezerrão, Gama-DF – 05/02/2020, 20h

Árbitro: Rodrigo Raposo

Assistentes 1 e 2: Lucas Modesto (Aux. 1) e David Santana (Aux. 2)
4º Árbitro: Adriano Neri

Público: 747 presentes

Renda: R$8.827,00

GAMA

Rodrigo Calaça; Gabriel (Wallace), Gustavo, Emerson e Paulo Henrique; Wagner Balotelli (Andrei Alba), Tarta e Esquerdinha; Luquinhas (David Silva), Jefferson Maranhão e Nunes. Técnico: Vilson Tadei

Gols: Luquinhas (1’ e 37’ – 1ºT), Jefferon Maranhão (40’ – 1ºT e 21’ – 2ºT) e Nunes (13’ – 2ºT)

Cartões Amarelos: Não recebeu
Cartões Vermelhos: Não recebeu

CEILANDENSE

Pedro Afonso; Henrique, Estevão (Scheldon Júnior), Índio e Vagner; Anderson Nascimento, Anderson Raimundo, Mateus e Benito (Davi), Daniel (Welton) e Thiago Levi. Técnico: Welder Silva (Interino)

Gols: Não marcou

Cartões Amarelos: Não recebeu
Cartões Vermelhos: Não recebeu

DF Sports+

Mais Esporte, Mais Informação

DF Sports+ tem 341 posts e contando. Ver todos os posts de DF Sports+

DF Sports+

Um comentário em “Após forte chuva, Gama goleia Ceilandense e segue sem saber o que é derrota

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *