Imagem: Reprodução/Mycujoo

Gama perde nos pênaltis para Tupi-MG e se despede da Copinha 2020

O Gama voltou a campo neste sábado (11), pela segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2020, contra o Tupi-MG, no Estádio Ítalo Mário Limongi, em Indaiatuba. Mesmo com o domínio, por boa parte do jogo, nos pés da equipe mineira e saindo atrás do placar, o periquito foi valente, conseguiu o empate e levou a decisão para os pênaltis. Infelizmente, para o alviverde, Davi defendeu duas cobranças dos candangos e garantiu a vaga na sequência do campeonato.

O Jogo

Logo aos cinco minutos quase gol contra do Gama, depois de cruzamento da direita de Felipe, Jonas tentou cortar e mandou para trás, a bola passou rente à trave e assustou o time candango. Os primeiros 15 minutos foram de domínio da equipe mineira, o alviverde mal conseguia passar pelo meio de campo e apostava suas ofensivas nos contra-ataques rápidos.

Aos 16´ a primeira boa chegada do periquito, Lila aproveitou erro de passe da zaga, arrancou, entrou na área e bateu de esquerda para boa defesa de Davi. Aos 17 minutos, resposta do Tupi, Max chutou de longe e quase marcou um belo gol da intermediária.

Depois da metade do primeiro tempo o Gama subiu as linhas de marcação, igualou o jogo e passou a ameaçar mais os mineiros. Mas quem levava mais perigo era o Galo Carijó, Aos 25´, Patrick recebeu passe em elevação e tentou de bicicleta, a bola rebateu e na sobra ele, de novo, chutou para boa defesa de Marcos.

Aos 33 minutos saiu o gol do Tupi. Jordan Kayke recebeu belo lançamento na esquerda, driblou Vitor Sales, entrou na área, pedalou para cima de Daniel, levou na linha de fundo e cruzou para trás, Patrick, livre, só teve o trabalho de completar para as redes, bela jogada do time mineiro.

Após o tento sofrido, o Gama ainda buscou o empate com algumas investidas pelos lados do campo, principalmente com Daniel e Breno, mas sem sucesso. O alviverde foi para o vestiário com o revés no placar e a missão de reverter o resultado para continuar na competição.

Segundo tempo

O início da segunda etapa foi tenso, com divididas ríspidas, brigado no meio de campo e sem grandes chances de gol para ambos os lados. O Gama tentava uma pressão para igualar o marcador, enquanto o Tupi marcava forte e valorizava a posse de bola. A primeira boa chegada foi mineira e apenas aos 19 minutos, depois de cobrança de escanteio, Luiz Fernando subiu sozinho para cabecear com perigo.

O técnico Léo Roquete ainda tentou mudar a equipe para tentar o empate, mas quem estava mais perto de marcar era o Tupi. Aos 22, Felipe rolou para Neném que, na marca do pênalti, chutou em cima do goleiro Marcos.

Mesmo com o domínio do jogo nas mãos do Galo Carijó, o alviverde conseguiu o empate. Aos 25 minutos, Muriel bateu falta para dentro da área, a zaga mineira parou e Lucas Silveira apareceu livre para mandar, de cabeça, para as redes. Aos 40´ um susto na equipe alviverde, após cobrança de falta, Pedro raspou de cabeça e João Gustavo conferiu para o gol na segunda trave, mas a arbitragem marcou impedimento no lance, para frustração dos mineiros e alívio dos candangos. Depois do gol anulado, o Gama tentou uma última pressão em busca da virada, mas sem sucesso.

No último minuto, milagre de Marcos: depois de bola levantada, Patrick cabeceou, já dentro da pequena área, mas o arqueiro salvou em cima da linha. No rebote, Luiz Fernando mandou para fora. O empate levou a decisão para os pênaltis. Fim de jogo: Tupi 1 x 1 Gama.

Pênaltis

O Gama começou bem, Marcos defendeu logo a primeira cobrança de Max e os times converteram as outras oito batidas. A chance de liquidar a partida estava nas mãos de Daniel fechando a série de cinco, ele bateu à meia altura no canto direito e Davi defendeu, levando a disputa para as cobranças alternadas.

Foram mais quatro chutes, Lolote e Pedro Henrique converteram para os mineiros, Lucas Silveira também acertou o seu, mas Vitor Sales cobrou fraco rasteiro e facilitou para a defesa de Davi, que colocou o Galo Carijó na próxima fase. Final Tupi 1(6) x 1(5) Gama. Com o resultado, o Gama volta para casa enquanto o Tupi segue na Copinha, passa para a terceira fase e vai enfrentar o Athletico Paranaense, que venceu o Bahia também nos pênaltis.

FICHA TÉCNICA
TUPI 1(6) x 1(5) GAMA

Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2020, segunda fase
Estádio Ítalo Mário Limongi- Indaiatuba-SP – 11/01/2020, às 15h

TUPI
Davi; Felipe (Pedro Henrique), Pedro, João Gustavo e Jordan Kayke; Felga (Lolote), João Marcos (Luiz Fernando) e Rê (Yago); Max, Neném e Patrick
Técnico: Wesley de Assis
Gol: Patrick (33’ – 1ºT)
Cartões amarelos: João Marcos, Pedro
Cartão vermelho: Não houve

GAMA
Marcos; Vitor Sales, Jonas, Vitor (Leonardo) e Erick (Mateus); Lucas Silveira, Lila e Índio (Muriel); Daniel, Pedrinho (Ximenes) e Breno (Fernando)
Técnico: Léo Roquete
Gol: Lucas Silveira (25’ – 2ºT)
Cartões amarelos: Breno, Lila, Ximenes
Cartão vermelho: Não houve

Luiz Fernando Santos

Engenheiro eletrônico de formação, decidiu seguir a carreira jornalística por amor ao esporte. Está na área como repórter e comentarista desde 2018.

Luiz Fernando Santos tem 53 posts e contando. Ver todos os posts de Luiz Fernando Santos

Luiz Fernando Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *