Arte: André Gomes

Gama goleia o Rio Claro e depende de derrota do Paulista para seguir na Copinha

Na tarde desta quinta-feira (09), o Gama entrou em campo defendendo sua sobrevivência na Copinha diante do Rio Claro. A equipe alviverde mostrou força, dominou o jogo e saiu do Estadio Jayme Cintra com uma acachapante goleada por 5 x 2.

Com o resultado, a equipe candanga agora depende de um tropeço do Paulista de Jundiaí contra o Athletico-PR para avançar para próxima fase. Caso se classique, o adversário pode ser o Bahia ou o Tupi-MG.

O jogo

O Gama começou melhor a partida, mas não conseguia transformar a posse de bola em ataques perigosos. O Rio Claro, por sua vez, jogava no contra-ataque, e assim balançou a rede alviverde aos nove minutos. Danilo recebeu dentro da área, girou tirando da marcação e bateu firme sem chances para o goleiro Marcos. 1 x 0 Rio Claro.

O time gamense não sentiu o gol e foi pra cima. Aos 16′, em uma jogada bem parecida com o gol do adversário, Daniel tocou para Lila, que brigou com a marcação e bateu no alto para empatar.

Quatro minutos depois veio a virada. Breno recebeu dentro da área e bateu no cantinho, fazendo 2 x 1 para o Gama. O segundo gol animou os garotos do time candango. Pedrinho arriscou de longe e viu a bola balançar a rede pelo lado de fora.

Nós acréscimos, o Rio Claro ainda tentou o gol de empate. Daniel recebeu um cruzamento pela esquerda e isolou a bola.

Susto no começo, mas jogo controlado 

A segunda etapa começou bem mais equilibrada, e logo aos cinco minutos o Rio Claro deixou tudo igual no marcador novamente. Carandina bateu com perfeição uma falta que foi morrer no ângulo do gol defendido por Marcos. Um verdadeiro golaço. O time paulista ainda chegou a virar com Dadal, mas o atacante estava em posição de impedimento.

O técnico Léo Roquete percebeu que o ritmo do time havia caído e fez três alterações que mudaram a postura do time. Aos 19′, Lila rolou pro meio da área, e Muriel – que acabara de entrar – na marca do pênalti estufou a rede, colocando o Gama novamente em vantagem. 3 x 2.

No minuto seguinte, Daniel foi derrubado dentro da área, e o árbitro Paulo Santiago de Medeiros marcou a penalidade. Índio foi para cobrança e bateu sem chances para o goleiro Pascoto.

Aos 32′, Fernandinho tentou de letra, mas Pascoto estava esperto e evitou o gol do garoto gamense. Porém, aos 36′, não teve jeito: Fernandinho balançou a rede. Daniel descolou um cruzamento na medida pela ponta direita, e o atacante que cabeceou consciente para fazer o quinto do Gama e colocar um ponto final nas emoções da partida.

FICHA TÉCNICA

GAMA 5 X 2 RIO CLARO

Copa São Paulo de Futebol Júnior – Fase de Grupos, terceira rodada

Estádio Jayme Cintra – Jundiaí-SP – 09/01/2020, 14h

Árbitro: Paulo Santiago de Medeiros

A1: Márcio Carneiro

A2: José Paulo Mariano

GAMA

Marcos; Vitor, Jonas, Lucas Silveira e Erick (Mateus); Índio (Ximenes), Vitor Sales e Pedrinho (Muriel); Lula, Daniel (Luiz Fernando) e Breno (Fernandinho).

Técnico: Léo Roquete

Gols: Lula (16′ – 1°T), Breno (20′ – 1°T), Muriel (19′ – 2°T), Índio (21′ – 2°T) e Fernandinho (36′ – 2°T).

Cartões amarelos: Breno

Cartão vermelho: não houve.

RIO CLARO

Pascoto; Renan, Luiz Otávio, Mancha e Rai; Thiago, Vinícius e Dantas; Dayvidson, Carandina e Danilo.

Técnico: Vagner Salino

Gols: Danilo (9′ – 1°T) e Carandina (5′ – 2°T).

Cartões amarelos: Danilo

Cartão vermelho: Danilo

André Gomes

Um apaixonado por esportes (com um carinho especial por futebol, basquete, surf e skate). Defende a ideia de que, por questões éticas, todo jornalista deve revelar o time que torce.

André Gomes tem 54 posts e contando. Ver todos os posts de André Gomes

André Gomes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *