Foto: Divulgação/Real Brasília

Com seis Copinhas na bagagem, Bruno Oliver prepara os goleiros do Real Brasília

A Copa São Paulo de Futebol Júnior é um dos eventos mais aguardados pela garotada das categorias de base de todo o país que vive o sonho de se tornar jogador profissional de sucesso. Eles se inspiram em astros como Kaká, Gabriel Jesus, Neymar, Raí, Cafú e Dida, nomes que apareceram para o mundo depois de disputarem uma Copinha.

O treinador de goleiros do Real Brasília, Bruno Oliver, conhece muito bem a competição. Em 2020 será a sétima vez que ele disputa a Copa São Paulo, sendo duas como jogador e quatro treinando arqueiros.

Bruno tem 26 anos de idade, é graduado em Educação Física e está cursando Fisioterapia. Apesar da pouca idade, o treinador de goleiros possui um currículo de se invejar. Vivendo do futebol há 10 anos, aos 16 de idade já jogava profissionalmente. Aos 20 largou a carreira de atleta, começou a cursar Educação Física e ingressou na preparação dos “Camisa 1” (e 12, 22, e por aí). Acumula passagens por times como Gama e Brasília.

Embora só tenha 26 anos, Bruno já fez muita coisa no futebol local. Foto: Divulgação/Real Brasília

Agora no Real Brasília, Bruno vê a profissão de treinador de goleiros como fundamental para que uma equipe entre preparada em uma competição. “É uma função relativamente nova, que teve início nas décadas de 1960 e 1970. Hoje, o treinador de goleiros tem o mesmo peso de um preparador físico e de um auxiliar técnico em uma comissão técnica”, ressalta.

Bruno integra tanto a equipe profissional quanto as categorias e base do Real Brasília. Só em 2019, ele conquistou o vice-campeonato candango nas categorias Juniores (Sub-19) e Infantil (Sub-15), além do título com a equipe feminina. No Candangão Feminino e no Sub-15, o Leão do Planalto conseguiu os troféus de goleiro menos vazado.

Com os bons resultados conquistados no ano, as expectativas dele são as melhores para a Copinha, que já começa na próxima quinta-feira (2). “O Real é um time que vem crescendo tanto dentro como fora de campo. O clube conta com estrutura de treino, logística, alimentação e alojamento, e isso agrega muito para a gente que trabalha com o desempenho dos atletas”, comenta.

Para o futuro, Bruno quer continuar a se especializar e aprender coisas novas, pois, segundo o treinador, só assim será possível manter os bons resultados e colocar em evidência os atletas que treina. O maior sonho da carreira dele é poder defender as cores da Seleção Brasileira, independente da categoria.

Real na Copinha

O Real Brasília estreia na Copa São Paulo já na quinta (2), diante do Grêmio. Depois, o time duela com o União Mogi e fecha o grupo contra o Juventus. Confira os horários e os canais para assistir aos jogos.

Luiz Fernando Santos

Engenheiro eletrônico de formação, decidiu seguir a carreira jornalística por amor ao esporte. Está na área como repórter e comentarista desde 2018.

Luiz Fernando Santos tem 62 posts e contando. Ver todos os posts de Luiz Fernando Santos

Luiz Fernando Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *