Paranoá vence o Samambaia e é campeão da Segundinha!

Após empatar em 0 x 0 com o Botafogo-DF na última rodada, o Paranoá entrou em campo vendo o título escapar pelos dedos. Restava à equipe vencer o lanterna Samambaia na tarde deste sábado (19), no estádio Serejão. Ganhar, porém, não bastava: para levantar a taça, a Cobra Sucuri precisava cruzar os dedos e torcer por um tropeço do Ceilandense. E não é que deu certo?!

Pois é. Deu certo! O Paranoá venceu o Samambaia por 3 x 1 e contou com a boa partida do Planaltina, que bateu o Ceilandense por 2 x 1 no estádio JK. Com o resultado, a Sucuri se sagrou campeã da Segunda Divisão do Campeonato Candango de 2020, a Segundinha.

Antes da bola rolar, a escalação do Paranoá era uma incerteza. Surgiu a informação de que o centroavante Wisman não jogaria por conta de lesão, e todos esperavam que ele nem entrasse em campo. No entanto, quando o time subiu a escada do vestiário, ele estava lá puxando a equipe. Outra mudança passível de destaque é o posicionamento de Eduardo José. O zagueiro atuou de primeiro volante, pouco à frente da zaga — e ao longo do texto, será possível ver que a alteração deu certo.

Desde o início do jogo, só dava Paranoá. Aos 10′, Eduardo José desceu para o ataque e passou para Wisman. Dentro da área, o centroavante bateu firme, mas a bola foi no travessão. Na sobra, ela caiu nos pés de Charles, que demorou para concluir e foi desarmado pelo defensor do Samambaia.

Aos 13′, Charles recebeu de Dougão e finalizou por cima do gol, perdendo mais uma oportunidade de abrir o placar a favor da Cobra Sucuri.

O Paranoá seguia com maior posse de bola e ocupando o campo de ataque, mas, nas finalizações, parava no goleiro Diogo. Aos 31′, Wisman aproveitou o quique da bola para finalizar, mas mandou por cima. Aos 34′, Charles apareceu livre na área e finalizou, para boa defesa do goleiro do Samambaia.

Aos 35′, enfim, o Paranoá conseguiu colocar a bola na rede. Dougão bateu escanteio na cabeça de Eduardo José. Ele testou firme no ângulo direito de Diogo, sem chances para o goleiro.

Pouco mais de dez minutos depois, aos 47′, o zagueiro (que atuou como líbero) marcou de novo. Em uma jogada que parecia despretensiosa, o Paranoá desceu pela direita, até que Wisman cruzou na cabeça de Eduardo. O beque finalizou no mesmo canto, novamente sem chances para Diogo.

Aos 9′, Jeziel cobrou falta com maestria, sem chances para Matheus Lorenzo, e diminuiu o prejuízo para o Samambaia.

Porém, nada de reação dos donos da casa. Logo depois, o Paranoá fez mais um gol de cabeça. Fábio aproveitou cruzamento e testou para ampliar.

O tempo foi passando e os ânimos esfriando. Já perto dos acréscimos, a torcida do Paranoá soube do resultado de Planaltina x Ceilandense e começou a comemorar. Os jogadores, lógico, perceberam. Daí, foi só esperar o apito final para comemorar. Placar final: Samambaia 1 x 3 Paranoá. O Paranoá é campeão da Segundinha 2020!

Comemoração dos atletas com parte da torcida. Foto: Rômulo Maia/DF Sports+

Ao final da conquista, o presidente do Paranoá, Ryvo Mathias, falou à reportagem do DF Sports+. Segundo ele, a equipe já vai projetar a cabeça para pensar no futuro. “Foi um desafio muito grande, mas fizemos um trabalho bem coeso e conquistamos o acesso. Agora, a realidade da primeira divisão é outra. A partir de amanhã já vamos trabalhar pensando no Candangão”, afirmou.

“A história do Paranoá é assim: desafios, desafios e vitórias.”

Ryvo Mathias, presidente do Paranoá

SAMAMBAIA 1 x 3 PARANOÁ

Campeonato Candango 2ª divisão 2019 – 9ª rodada

Estádio Serejão, Taguatinga-DF – 19/10/2019, 15h30

Árbitro: Maguielson Lima

Assistentes 1 e 2: Milton Alves e Josielton Silva

Quarto árbitro: Pedro Alves

Inspetor: Geufran Oliveira

SAMAMBAIA

Diogo; Julio César, Marcos Vinícius (Natan), Jesiel, Lyncom (Allan); Mario, Emanuel Kersul (João Vitor), Celso Rodrigo, Everton Gabriel; Pedro Lopes, Paulo Reis

Técnico: Edmilson Marçal

Gol: Jeziel (9′ – 2ºT)

Cartão amarelo: Mário Sérgio

Cartão vermelho: não houve

PARANOÁ

Matheus Lorenzo; Lídio, Fábio, Lúcio; Eduardo José, Helinho, Fabrício Silva, Helinho, Charles, Dougão (Wilker); Luiz Henrique, Wisman

Técnico: Vandinho Silva

Gol: Eduardo José (35′ – 1ºT), Eduardo José (47′ – 1ºT), Fábio

Cartão amarelo: não houve

Cartão vermelho: não houve

Colaborou Rômulo Maia

Willian Matos

Jornalista com experiência em redação, assessoria de imprensa, rádio e portais da web. Toca cavaco quando dá tempo. Tem a certeza que Rogério Ceni é melhor que Marcos. É editor-chefe do DF Sports+ desde maio de 2019

Willian Matos tem 195 posts e contando. Ver todos os posts de Willian Matos

Willian Matos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *