Mané Garrincha pode ser palco da final de grande competição da Conmebol

Sabendo da forte concorrência para sediar a final da Libertadores – Rio de Janeiro e São Paulo são as cidades favoritas – o Estádio Nacional Mané Garrincha passou a dar preferência para ser o palco da decisão da Copa Sul-Americana. Agora, os principais adversários da capital passaram a ser o Mário Kempes e o Único, na Argentina, e o Nacional, no Peru.

A decisão só será tomada no dia 17 de outubro. Os administradores do Mané Garrincha já entregaram um caderno de encargos, e salientaram que a cidade segue sendo candidata a receber a final da Libertadores, mas deram preferência para a Sul-Americana. “Estamos usando todas as fichas que podemos, abrimos mão de receita, de tudo que podíamos”, explicou o diretor do consórcio que administra o estádio, Richard Dubois. Para ele, esta é a melhor proposta financeiramente, já que os outros estádios são menores.

O Conselho da Conmebol que irá definir onde será levantado o caneco conta com Alejandro Dominguez, presidente da entidade, os dez presidentes das confederações filiadas e mais três integrantes do continente do Conselho da Fifa.

Camila Bairros

Jornalista pós-graduada em jornalismo digital. Escrevo sobre o esporte candango e nas horas vagas assisto mais futebol

Camila Bairros tem 215 posts e contando. Ver todos os posts de Camila Bairros

Camila Bairros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *