Brasília Pilots bate a Portuguesa FA e se classifica para os playoffs

O sol escaldante do Distrito Federal pode derrubar muitos, mas não os amantes de esporte da capital. Mais uma vez o Augustinho Lima recebeu muita mulher mostrando que força tá no sangue, e claro, muito rock and roll nos alto-falantes para compor a trilha sonora da tarde, porque foi dia de Liga BFA Feminina em Sobradinho!

Às 14h deste sábado (5) o Brasília Pilots encarou a Portuguesa FA, no último confronto da primeira fase da competição. E apenas a vitória interessava para ambas as equipes, para, assim, conseguir a classificação para os desejados playoffs. Não deu outra, foi jogão até o último quarto da partida e a equipe brasiliense levou a melhor. Por 30 x 20, o Pilots bateu a Lusa e saiu com a vitória e a classificação.

O primeiro quarto da partida foi dominado pelo Brasília Pilots. Após o kickoff inicial da Portuguesa, Lara deixou a equipe brasiliense em ótima posição, a apenas duas jardas da endzone. Em seguida, recebeu o snap e marcou o primeiro touchdown da partida. Porém, a conversão de pontos não foi válida e, assim, não conseguiu somar os dois pontos extras. Pilots 6 x 0.

Com a Portuguesa no ataque, a primeira yellow flag foi lançada. Falta marcada por falso start, o que ainda viria a acontecer muito ao longo do jogo. Aproveitando-se das faltas das adversárias, com o Pilots no ataque, a QB Thâmera enganou a defesa adversária e chegou na endzone para marcar mais um touchdown, agora conseguindo converter os dois pontos extras. Brasília Pilots 14 x 0.

No segundo quarto da partida, mesmo com dificuldade em passar pela linha defensiva do Pilots, a Portuguesa mostrou que ainda teria muito jogo – e muita emoção – pela frente. A quaterback da equipe optou por correr pelo lado esquerdo do campo, encontrou espaço e marcou o primeiro touchdown do time, convertendo mais dois pontos extras. Pilots 14 x 8 Portuguesa.

Após linda recepção de Tati para a Portuguesa, em falha da defesa brasiliense, o time paulista conseguiu chegar à endzone para empatar a partida e causar desespero na torcida da casa. Com o Pilots no ataque, Raquel conseguiu fazer bela recepção entre duas defensoras, mas a jogada não valeu e a falta foi marcada.

Já no terceiro quarto, o ataque do Brasília Pilots se mostrou diferente, com dificuldade de se encaixar. Assim, o ataque das adversárias não desperdiçou as chances e, em dobradinha de Soraia com Tati, foi marcado mais um touchdown, sem extra points, e o Pilots levou a virada.

Porém, a estrela do time brasiliense, Lara, voltou a brilhar. Após pegar o kickoff adversário, ela acelerou e só foi parar lá dentro da endzone, em mais um touchdown. Com a conversão de mais dois extra points, o Pilots foi para o último quarto da partida na frente novamente. Pilots 22 x 20.

No 4º quarto, a equipe brasiliense tentou controlar o tempo e manter o foco, aproveitando sempre dos vacilos nas faltas adversárias. Assim, na terceira descida, mais um touchdown com dois pontos extras para o Brasília Pilots garantir de vez a vitória e a classificação para os desejados playoffs. Placar final: Brasília Pilots 30 x 20 Portuguesa FA.

Natália Pires

Formada em Jornalismo desde 2017 e amante do futebol desde que se entende por gente. Repórter e social media do DF Sports + desde 2018. Mirando na Marta e acertando na janela do vizinho quando com a bola nos pés, encontrou na área esportiva a junção de duas grandes paixões.

Natália Pires tem 46 posts e contando. Ver todos os posts de Natália Pires

Natália Pires

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *