Eletrizante: Botafogo-DF bate o Ceilandense por 4 x 2 no Serejão

Pela segunda rodada da segundinha, o Serejão foi palco de um jogaço. Na tarde deste sábado (31), Botafogo-DF e Ceilandense se enfrentaram, e o alvinegro saiu com a vitória pelo placar de 4 x 2. Os tentos do time vitorioso foram marcados por Fábio Cambalhota, Renan e Leo Velozo (duas vezes). Betinho e Clécio descontaram para o Dragão.

O Botafogo começou o primeiro tempo tomando as rédeas. O time chegava com muita intensidade ao ataque, mas pecava no último passe e não conseguia converter as decidas em finalizações. A primeira chance clara foi do Ceilandense, aos cinco minutos. Felipe, em cobrança de falta, soltou o pé, o goleiro Michael soltou mal a bola nos pés de Betinho, que finalizou e viu Michael se redimir com uma linda defesa.

A pressão botafoguense logo resultou em gol. Fábio Cambalhota recebeu a bola na entrada da área, girou e carimbou a trave. O rebote sobrou para Jhonatan, que chutou em cima de Doni. A bola ainda permaneceu com o Botafogo. No cabeceio de Yoras, a zaga tirou em cima da linha, mas a sobra ficou no pé de Fábio Cambalhota, que empurrou a bola para o fundo da rede abrindo o placar, aos 14’. O camisa 9 fez questão de comemorar com um mortal, honrando seu apelido.

Na saída de bola, William teve a chance de empatar, mas chutou em cima do goleiro. O Botafogo diminuiu o ritmo, e o Dragão entrou no jogo. Aos 38’, saiu o gol de empate. Thompson lançou Kelvin na ponta esquerda, que com muita velocidade, ganhou do marcador, chegou na linha de fundo e rolou para Betinho, livre na marca da cal guardar. 

Mais gols

A segunda etapa começou como um espelho da primeira. O Botafogo com muita intensidade no campo de ataque, e o Ceilandense mais cauteloso. Aos oito minutos o marcador estava 2 x 1 para os alvinegros. Após cobrança de escanteio, Renan, que estava bem sumido no jogo, dominou e guardou bonito no ângulo.

Depois do gol, o Botafogo recuou, e o Ceilandense igualou a posse de bola e criava mais chances perigosas, mas nenhuma com êxito. Aos 34’, Regino começou a mostrar o porquê de ele usar a 10 do Botafogo. O meia deu o toque de classe que desmontou toda a zaga rubro-negra, e encontrou Leo Velozo, que cara a cara com Michael, não perdoou. 3 x 1 no placar.

O Dragão até tentou reagir. Aos 40’, Felipe descolou um cruzamento na medida para Betinho, que cabeceou em cima de Doni. A bola foi para escanteio, e na cobrança de Kabrine, Clécio subiu mais que a zaga e diminuiu o marcador.

Mas a reação parou por aí. Após fazer as três alterações, Thompson saiu machucado, deixando o Ceilandense com 10 em campo. O Botafogo aproveitou a vantagem numérica dentro de campo e tratou de liquidar a partida, aos 42’. Regino, e mais um passe genial, colocou Leo Velozo para disputar corrida com o Índio. O zagueiro vacilou e o atacante do alvinegro guardou o seu segundo tento na partida, fechando com chave de ouro a bela partida realizada no Serejão.

Pela terceira rodada, as duas equipes voltam a campo no domingo, dia 08 de setembro. O Botafogo enfrenta o Brasília, no Mané Garrincha, às 15h30. Já o Ceilandense recebe o Paranoá, às 10h30, no Abadião.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 4  x 2 CEILANDENSE

Campeonato Candango 2ª Divisão 2019 – segunda rodada

Estádio Serejão – DF – 31/08/2019, às 15h30

Público: 120

Renda: R$ 390,00

Árbitro: Rafael Diniz – CBF

A1: Renato Gomes – CBF

A2: Wilson Júnior – FFDF

4º árbitro: Pedro Copatt

BOTAFOGO

Doni; Guilherme, Thiago, Luan, e Orelha (Fábio); Judvan, Yoras e Regino; Índio (Fingolo),  Renan e Fábio Cambalhota (Leo Velozo)

Técnico: Danilo Fiuza

Gols: Fábio Cambalhota (14’- 1º T), Renan (8’ – 2º T) e Leo Velozo (34’ – 2º T e 42’ – 2º T)

Cartões amarelos: Fábio Cambalhota, Luan e Leo Velozo

Cartão vermelho: não houve

CEILANDENSE

Michael; Andrezinho (Marquinhos), Wallace, Índio e Kabrine; Felipe, Thompson e Rodrigo (Clécio); William, Kelvin (Mirandinha) e Betinho.

Técnico: Gustavo Lott

Gol: Betinho (38’ – 1º T) e Clécio (40’ – 2 T)

Cartões amarelos: Thompson

Cartão vermelho: não houve

André Gomes

Um apaixonado por esportes (com um carinho especial por futebol, basquete, surf e skate). Defende a ideia de que, por questões éticas, todo jornalista deve revelar o time que torce.

André Gomes tem 25 posts e contando. Ver todos os posts de André Gomes

André Gomes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *