Cerrado Basquete e BRB não fecham parceria, e equipe não disputará o NBB

O sonho do Cerrado Basquete de disputar o NBB ainda não será realizado. Pelo menos não na temporada 2019/20. A equipe estava na disputa de uma das vagas de expansão da Liga, e negociava com o Banco de Brasília (BRB) um patrocínio master que lhe assegurava o aporte financeiro necessário para a disputa da divisão de elite do basquete nacional. Porém, as negociações não avançaram e o Cerrado perdeu o prazo limite da Liga Nacional de Basquete (LBF) para a inscrição no torneio, que se encerrou na última sexta (12).

A equipe candanga já havia encaminhado toda a documentação necessária para a LBF no início do mês, restando somente o acerto com o BRB para sua confirmação no NBB. Porém, a reunião final entre as duas partes para acertar o patrocínio aconteceu no mesmo dia do prazo limite da LBF, e o banco não deu uma resposta positiva a tempo. Apesar da Liga já ter anunciado na tarde de sábado (13) as equipes confirmadas, ainda existem tentativas do Cerrado de conseguir ingressar ainda nessa temporada do NBB. 

Novo formato do NBB

A intenção do NBB era abrigar até 20 clubes na próxima temporada, convidando os melhores colocados na última edição da Liga Ouro. Todavia, com a desistência do Londrina e com a inaptidão de Cerrado Basquete e Campo Mourão, somente 16 franquias disputarão o certame em 2019/20. São elas: 12 equipes da última temporada do NBB (Basquete Cearense, Flamengo, Franca, Bauru, Pinheiros, Mogi, Paulistano, Botafogo, Corinthians, Bauru, Minas, Brasília e São José) e quatro equipes vindas da Liga Ouro (Pato Basquete, São Paulo, Unifacisa e Rio Claro).

André Gomes

Um apaixonado por esportes (com um carinho especial por futebol, basquete, surf e skate). Defende a ideia de que, por questões éticas, todo jornalista deve revelar o time que torce.

André Gomes tem 25 posts e contando. Ver todos os posts de André Gomes

André Gomes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *