Brasiliense quer jogar “água no chopp” do Gama

A bola irá rolar pela última vez pelo Campeonato Candango da Primeira Divisão 2019 neste sábado, pelo jogo de volta das finais entre Gama x Brasiliense. No jogo de ida, o periquito candango não encontrou muitas dificuldades para vencer pelo placar de 3×1.

Embora a tarefa do Brasiliense de vencer por três gols de diferença sobre o invicto Gama seja muito difícil, o lema do arquirrival é de pelo menos estragar a festa do alviverde com uma vitória por qualquer placar. O jogo está marcado para o estádio Mané Garrincha.

Os arquirrivais se enfrentarão no clássico de número 59, e os números são bastante equilibrados com ligeira vantagem para o Jacaré. O Brasiliense venceu o clássico 20 vezes, o Gama 18 e houve ainda 20 empates. Foram marcados no total 128 gols, 69 pelo Brasiliense e 59 pelo Gama.

Gama

O Gama está prestes a fazer história no Campeonato Candango. Depois de garantir calendário para o ano de 2020, o time alviverde está a um passo de conquistar seu 12º título de forma invicta, coisa que não acontece desde 2003.

Para fazer a festa de sua torcida, o Gama pode até perder por um gol de diferença que mesmo assim, levanta a taça de campeão. Mas essa hipótese nem passa pela cabeça do elenco gamense. A ordem é fechar o campeonato com chave de ouro com uma boa vitória sobre o arquirrival.

Sem problemas de escalação ou suspensão, o técnico Vilson Tadei terá força máxima para o confronto diante do Brasiliense, o que deve levar a crer que teremos a mesma formação do primeiro jogo.

Brasiliense

O Jacaré Amarelo teve que passar por maus bocados para chegar à esta final. Depois de perder o técnico Adelson de Almeida e se classificar nos acréscimos diante do Paracatu, o Brasiliense encarou o Gama cheio de desfalques e acabou sofrendo a derrota no jogo de ida.

Para tirar o título das mãos do arquirrival, o Jacaré vai precisar vencer por três gols de diferença. Se vencer por dois gols, a decisão do título será decidida nos pênaltis. Missão difícil em se tratando do único time que ainda não foi derrotado na competição.

O técnico Ricardo Antônio terá os reforços do goleiro Edmar Sucuri, do zagueiro Lúcio e do volante Radamés que cumpriram suspensão no jogo passado. Os dois primeiros deverão ter presença certa no time titular. Se o título não for possível de ser atingido, o Brasiliense quer pelo menos estragar a festa, tirando a invencibilidade do Periquito.

FICHA TÉCNICA

GAMA X BRASILIENSE

Campeonato Candango 2019 – Final (2º jogo)

Estádio Mané Garrincha, Brasília – DF – 20/04/2019, 16h

Árbitro: Sávio Sampaio

A1: Lucas Guerra

A2: Lucas Modesto

Quarto árbitro: Gildevan Lacerda

Quinto Árbitro: Ademário Neves

Árbitro Reserva: Marconi Souza

Inspetor: Geufran Oliveira

Técnico de Suporte: Eric Ramos

GAMA

Rodrigo Calaça; Felipe Tavares, Gustavo Henrique, Emerson Silva e Mário Henrique; Vagner Balotelli (Tiago Gaúcho), Tarta e Gilsinho; Vitor Xavier, Jefferson Maranhão e Nunes.

Técnico: Vilson Tadei.

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Alex Murici, Lúcio, Badhuga e Gleissinho; Radamés (Dudu), Aldo, Geovane e Morais; Romarinho e Maikon Leite.

Técnico: Ricardo Antônio.

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 3044 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *