Brasiliense vence Capital e esta mais uma vez na semifinal do Candangão

Na tarde deste domingo (31), o Brasiliense F.C encarou o Capital C.F pelo segundo jogo das quartas-de-final do Candangão 2019 no Estádio Abadião, em Ceilândia. O Jacaré venceu o duelo por 2×0, gols de Romarinho e Maikon Leite. Com o resultado, o time avançou para a fase seguinte da competição.

A partida começou com os dois times mostrando muita força de vontade, resultando em faltas duras. Apesar disso, o Capital ficou mais presente no campo adversário nos primeiros cinco minutos. No entanto, o ataque parou na dupla de zaga Wallace e Badiuga. O Jacaré por sua vez tentou sem êxito fazer ligação direta entre a defesa e o ataque.

A primeira chance de gol da partida foi aos 7 minutos. Após bate e rebate na área do Capital, Vitor Mariano, atacante dos mandantes, chutou com força por cima do gol. Depois deste lance, o time da cidade de Taguatinga subiu a marcação e dificultou a saída de bola da Coruja. Desta forma, a partida ficou equilibrada e concentrada no meio de campo.

Aos poucos, a equipe do treinador Adelson de Almeida teve mais volume de jogo. O time azul ficou com dificuldades de passar da linha de meio de campo, porém quando conseguiu passar da marcação, o zagueiro rival Wallace salvou em cima da linha o chute do atacante Sandy. No ataque seguinte, Sandy deixou o Alysson Ferreira em boa posição para abrir o marcador, no entanto o atacante chutou para fora.

Na metade do primeiro tempo, o juiz Ademário Neves, pediu a bola e teve parada técnica devido ao calor no Abadião. No retorno ao jogo, o Jacaré quase abriu o placar em duas tentativas com Romarinho. Na primeira, o goleiro do Capital, Ricardo Luiz, espalmou o chute do atacante para linha de fundo. Na segunda chance, após cobrança do escanteio, ele cabeceou por cima do gol. Minutos depois, a Coruja teve mais a bola nos pés, o que resultou no cruzamento do Yan para a pequena área sem o arqueiro. Com o bom posicionamento do Badiuga, o zagueiro afastou o perigo.

Com mais posse de bola, o Capital pressionou seu adversário, e aos 39 minutos o meio Anjinho chutou de fora de área. O goleiro Edmar Sucuri a se esticou todo para evitar o gol. Nos acréscimos da etapa inicial, o Jacaré saiu da pressão e criou jogadas pela lateral direita, mas falhou na hora das finalizações.

No segundo tempo, o time azul da capital voltou com mudanças no setor ofensivo. O treinador Waldemar Lemos sacou o Alysson Ferreira para a entrada do Itacaré. O Brasiliense voltou aos gramados com a mesma formação da etapa inicial.

A equipe de Taguatinga partiu para ataque, contudo não conseguiu criar chances claras de gol até o quarto minuto, quando o lateral Alex Murici driblou o zagueiro e cruzou rasteiro nos pés do Romarinho, que empurrou a redonda para o fundo das redes. Cinco minutos depois, Maikon Leite marcou o segundo gol da partida. O atacante driblou dois defensores e ficou cara-a-cara com Ricardo Luiz e chutou na saída do goleiro. 

O volante Geovane sofreu dura falta do zagueiro Medeiros. O juiz deu cartão amarelo para o jogador e partida ficou paralisada por aproximadamente cinco minutos. Com 15 minutos de bola rolando, a partida ficou equilibrada e os times apostam no contra-ataque, uma vez que as marcações tanto do Brasiliense quanto do Capital estavam no campo de ataque.

Depois do chute cruzado do avançado Sandy, a Coruja melhorou seu desempenho no jogo. A equipe criou jogadas com a dupla de ataque e zaga rival teve trabalho para impedi-los de marcar o primeiro gol. O Jacaré mudou a estratégia de jogo e apostou novamente nos contra-ataques. Desta forma, o time comandado por Waldemar Lemos possuiu mais posse de bola, no entanto não converteu em possibilidade de gol. 

A tática dos mandantes deu certo, e Alex Murici subiu rapidamente pelo flanco e cruzou rasteiro para o meio da área, porém Romarinho não alcançou a bola por pouco. Em outro contra-ataque puxado por Murici, Maikon Leite desperdiçou a chance de fazer o terceiro do jogo e chutou rasteiro para fora.

Até o apito final, o Capital continuou com mais pose de bola e presença no ataque, no entanto não criou chances de gol, uma vez que o Jacaré estava com duas linhas defensivas bem próximas e jogou nas costas do sistema defensivo da Coruja.

Com a vitória, o Brasiliense passa para as semifinais e irá enfrentar o Paracatu. A primeira partida será em Minas Gerais, no Estádio Frei Norberto, na próxima quarta-feira (03), ainda sem horário confirmado (possivelmente as 19h). A Águia mineira passou das quartas jogando contra o Luziânia. O primeiro jogo, a equipe mineira saiu vitoriosa pelo placar de 2×1. No jogo de volta, empatou em 1×1 no Serra do Lago. 

Ficha técnica

Brasiliense 2×0 Capital

Campeonato Candango 2019 – 2ª jogo das quartas de final (11ª rodada)

Estádio Abadião, Ceilândia – DF – 31/03/2019 – 15H30.

Público: 627 pagantes

Renda: R$ 2.940,00

Árbitro: Ademário Neves

A1: Daniel Henrique

A2: José Reinaldo

Quarto árbitro: Leandro Almeida

Analista de Campo: Rodrigo Paulino

Brasiliense

Edmar Sucuri; Alex Murici, Badiuga, Wallace e Gleissinho; Geovane, Emerson Martins e Morais (Almir); Vitor Mariano (Reinaldo), Romarinho e Maikon Leite (Erick Flores).

Técnico: Adelson de Almeida

Gol(s): Romarinho (4’ 2ºT) e Maikon Leite (9’ 2ºT)

Cartões amarelo: Romarinho (30’ 1ºT), Alex Murici (42’ 1ºT), Geovane (15’ 2ºT) e Edmar Sucuri (45 2ºT)

Cartões vermelho: Não houve

Capital

Ricardo Luiz; Marcos Douglas, Medeiros, Daniel Felipe e Romarinho; Ives, Yan (Paulinho), Sandy e Matheus Rogério; Anjinho (Thiago Tomaz) e Alysson Ferreira (Itacaré).

Técnico: Waldemar Lemos

Gol(s): Não houve

Cartões amarelo: Matheus Rogério (3’ 2ºT), Medeiros (11’ 2ºT) e Daniel Felipe (40’ 2ºT)

Cartões vermelho: Não houve

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2524 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *