Em tarde inspirada de Jessuí, Formosa goleia, rebaixa Bolamense e elimina o Ceilândia

A equipe do Bolamense recebeu o Tsunami do Cerrado com esperanças de sair com a vitória e continuar na briga pela permanência na primeira divisão, mas acabou assistindo o Formosa aplicar uma sonora goleada por 5 x 0. O resultado, que acabou rebaixando a Onça Pintada e que também garantiu o time goiano na próxima fase do Candangão, teve como destaque o atacante Jessuí, que marcou três gols e distribuiu uma assistência.


O Jogo
Dominante em todo o primeiro tempo, o Formosa teve o primeiro lance de perigo. Aos 11 minutos o meia Juninho Arinos arriscou um chute de longe que acabou passando por cima da meta adversária. Depois de uma jogada feita pela equipe do Tsunami, a zaga do Bolamense tocou com a mão na bola, e o árbitro Marcos Antônio assinalou pênalti. Jessuí foi pra bola e marcou seu primeiro gol da partida, as 19’.

Moíses Rato, aos 21’ após uma cobrança de falta também levou perigo o gol do Bolamense. Três minutos depois, o lateral Aelson fez uma boa jogada pela esquerda e cruzou na medida para Jessuí marcar mais uma vez.

O time de Bolama só foi ter sua primeira e única chance do primeiro tempo aos 37’, quando Gutenberg bateu um escanteio, e na área a bola desviou e acertou a trave. Depois disso foi mais pressão do Formosa. Moisés Rato acerto o belo chute aos 39’, mas a bola foi pra fora.

O Tsunami queria o terceiro gol, e tinha futebol de sobra para isso. A partir dos 43’ um bombardeio foi imposto pelo time visitante. Jessuí tentou de fora mas o goleiro Clébio, que havia acabado de entrar, defendeu. Um minuto depois Jean Bala arriscou um chute, mas foi pela linha de fundo.

Mas aos 45’, toda a pressão imposta deu resultado. Uma troca de passes encontrou Jessuí na entrada da área, ele ajeitou e mandou pro fundo da rede. O terceiro de Jessuí no jogo. Vale lembrar que o atacante doa uma cesta básica a cada gol que marca. Além da torcida verde, três família também serão beneficiadas com os gols do artilheiro.

Ritmo de jogo controlado

Com 3 x 0 favoráveis no placar o Formosa tirou o pé, e o Bolamense, rendido no jogo não demonstrou reação, e a segunda etapa foi menos movimentada.

Aos seis minutos, Gabriel Costa fez bela jogada e entregou para Jean Bala que chutou pra fora. Jean Bala novamente teve outra chance, aos 10’, mas de frente pro gol, acabou deixando a bola passar por ele.

Reis aos 12’, foi o responsável por arrematar a primeira bola do Bolamense na segunda etapa, mas a bola passou longe do gol. Maxwel obrigou o goleiro Clébio a fazer uma bela defesa, depois de uma chute de fora da área aos 26’.

Aos 32’, Jean Bala, que havia perdido vária chances durante a partida finalmente desencantou. E uma cobrança de falta perfeita, a bola morreu no fundo do gol. O Bolamense tentou reagir. O zagueiro Agenor cochilou e a bola sobrou para o ataque do Bolamense, que desperdiçou sua última chance da partida.

O Formosa se manteve mais perigoso, e Jessuí queria mais um. Aos 43’ o atacante cobrou um falta perigosa pra fora. Mas a tarde de Jessuí não seria coroa com mais um gol, e sim com o lindo lançamento que ele descolou, aos 45’, deixando Jean Bala em condições para marcar o quinto, e ele não desperdiçou. Final Bolamense 0, Formosa, avassalador como um Tsunami, 5.

A última rodada do Candagão será realizada no domingo, 24, e todos o jogos irão ocorrer às 15h30. O Bolamense entrará em campo contra o Brasiliense, no Mané Garincha. Já o Formosa recebe o Capital no Diogão.

FICHA TÉCNICA
BOLAMENSE 0 x 5 FORMOSA
Campeonato Candango 2019 – 1ª Fase (10ª rodada)
Estádio Abadião, Ceilândia – DF – 21/03/2019, 15:30h

Público: 58 pagantes
Renda: R$ 229,00

Árbitro: Marcos Antônio
A1: Kleber Alves
A2: Gusthavo Souza
4º árbitro: Maguielson Lima
Inspetor: Fábio alves

BOLAMENSE
Gomes (Clébio); Yan, Mário, Lucas e Marcio Barreto (Marquinhos); David, Vitinho, Gutenberg e Reis; JP e Ismar.

Técnico: Farley Santos.
Gols: Não houve.
Cartões amarelos: Lucas e Mário
Cartão vermelho: Não houve

FORMOSA
Matheus; Jair Jr., Elton, Paganelli e Aelson (Gabriel Costa); Agenor, Foguinho, Juninho Arinos (Maxwel) e Moisés Rato (Roque Neto); Jean Bala e Jessuí.

Técnico: Heli Carlos.
Gols: Jessuí (19’ – 1º T, 24’ – 1º T e 45’ – 1º T) e Jean Bala (32’ – 1º T e 45’ – 1º T)
Cartões amarelos: Não houve.
Cartão vermelho: Não houve.

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2843 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *