Brasiliense bate o Luziânia no Serra do Lago e segue sem sofrer gols

O Luziânia entrou em campo com o objetivo de quebrar a invencibilidade do Brasiliense. Mas ao final dos noventa minutos, o vice-líder do Candangão saiu com 2 x 0 favoráveis no placar e segue colado no líder Gama. O time da casa não conseguiu furar o sistema defensivo do Jacaré, que segue sem tomar gols na competição. Com a derrota, o Luziânia caiu para o quarto lugar, com 14 pontos. Já o Brasiliense segue firme na ponta, com os três pontos conquistado no Serra do Lago, soma 22, e segue empatado com o líder Gama.

O Jogo

O jogo começou truncado, sem grandes emoções e com algumas faltas cometidas no meio de campo para neutralizar jogadas. O primeiro lance de perigo resultou em gol. Alex Murici cruzou na cabeça de Emerson Martins que abriu o placar para o Jacaré, aos oito minutos de jogo.

O Luziânia não sentiu o gol e foi pra cima. Aos 12 minutos, Castro Jr. teve a chance de empatar, mas chutou fraco em cima de Edmar Sucuri. Logo depois, aos 16’, Heverton acertou um lindo chute de fora da área, e o goleiro do Jacaré se esticou para mandar a bola para escanteio. Mas o que seria o ínicio de uma pressão parou por aí.

O Brasiliense entrou de novo no jogo e encerrou melhor o primeiro tempo. Badhuga acertou uma bela cabeçada aos 25’, obrigando o goleiro Dida a fazer uma linda defesa. Dois minutos depois, Romarinho também levou perigo. Aos 41’ Emerson Martins fez uma linda jogada pela esquerda, a bola sobrou para Morais que chutou em cima do goleiro do Azulão.

A segunda etapa começou mais animada, logo no primeiro minuto, o árbitro Sávio Sampaio marcou pênalti de Castro Jr. em cima de Erick Flores. Gilvan foi para a cobraça mas parou em Dida. Três minutos depois mais um vez a bola foi para a marca da cal. Mateus derrubou Gilvan, e na cobrança, Morais fez 2 x 0 Brasiliense.

O jogo seguiu morno, e o Luziânia só foi ter uma chance aos 26’, depois de Edmar Sucuri defender uma cabeçada de Matheus, uma bate rebate quase originou o gol do Azulão. A partir daí só deu Jacaré. Aos 32’, Peninha chutou firme dentro da área, mas Dida evitou mais um gol. O meia ainda teve a chance de aumentar o placar aos 36’, após receber cruzamento de Maikon Leite, Peninha ficou cara a cara com o goleiro, tentou fazer por cobertura, mas a bola foi pela linha de fundo.

Buscando encostar novamente nos líderes na próxima rodada, o Luziânia irá visitar o Formosa, às 20h do sábado (16).  Já Brasiliense entrará na próxima rodada com chances de assumir isoladamente a liderança, já que irá enfrentar o líder Gama, no domingo (17), às 17h no Bezerrão.

FICHA TÉCNICA

LUZIÂNIA 0 X 2 BRASILIENSE

Candangão 2019 – 8ª rodada

Estádio Serra do Lago, Luziânia-GO, 19:30h

Público: 1.758 pagantes

Renda: R$ 8.760,00

Árbitro: Sávio Sampaio

A1: Luciano Benevides

A2: Kléber Alves

4º árbitro: Felipe Barbosa

Analista de campo: Jamir Garcez

BRASILIENSE

Edmar Sucuri, Alex Murici, Badhiuga, Antônio Carlos e Gleissinho; Emerson Martins, Geovane e Morais (Peninha); Erick Flores (Radamés), Romarinho e Gilvan (Maikon Leite).

Técnico: Adelson de Almeida

Gols: Emerson Martins (8’ – 1T) e Morais (6’ – 2T).

Cartão amarelo: Emerson Martins e Morais.

Cartão Vermelho: Não houve

LUZIÂNIA

Dida, Dedê, Dedé, Matheus e Rafinha; Castro Jr. (Renatinho), Lucas Garcia, Tom (Silveira) e Everthon (Weverton); Felipe Tanque e Willian.

Técnico: Luís Carlos Sousa

Gols: Não houve.

Cartão Amarelo: Castro Jr e Matheus.

Cartão Vermelho: Não houve

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2478 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *