Brasília faz frente à atual campeão da Superliga Feminina, mas retorna com derrota para casa

O BRB/ Brasília Vôlei teve uma ótima atuação em Uberlândia, nesta terça-feira (29), mas perdeu para o Dentil/Praia Clube-MG, por 3 sets a 2, parciais de 25 x 27, 25 x 12, 17 x 25, 25 x 23 e 15 x 10. A partida foi realizada no ginásio Praia Clube, em Uberlândia. Com o resultado, o time do Distrito Federal somou um ponto e chegou a 10 na tabela de classificação. 

O jogo

O primeiro set começou com dois pontos de vantagem para as donas da casa (0 x 2), mas não demorou muito para as candangas empatarem (4 x 4) e virarem o placar (7 x 4). O BRB/Brasília Volei abriu uma boa vantagem (10 x 5), mas logo as mineiras diminuíram a diferença na parcial para 15 x 14. 

Um pedido de tempo foi solicitado pelo técnico brasiliense, mas não foi o suficiente para diminuir a crescente do time mineiro, que acabou virando o jogo 15 x 18. O Brasília não se abateu e mostrou poder de reação. Empatou com uma sequência de ace e virou com bloqueio (19 x 18). Assim, o time candango abriu dois pontos de vantagem (22 x 20). E mesmo atrás no placar, o atual campeão da Superliga, jogando com o fator casa, voltou a encostar e a parcial só foi acabar em 27 x 25, com o ponto da oposta Renatinha.  

No início do segundo set, o equilíbrio permaneceu (2 x 2/6 x 6) e as equipes oscilavam em erros de ataque. Até que, com uma boa sequência mineira, elas assumiram a liderança do placar (9 x 13). Foi o suficiente para o técnico Inácio Junior solicitar o tempo técnico e reajustar a equipe.  Apesar da parada, o bloqueio mineiro voltou a funcionar bem e as donas da casa abriram vantagem. Sem condição de reação, o Brasília Vôlei viu o Dentil/Praia Clube conquistar o set por 12 x 25.

O primeiro ponto do terceiro set foi brasiliense e, logo após o time do DF abriu quatro de vantagem (6 x 2). Apesar do bom início das visitantes, o time mineiro novamente voltou a encostar no placar (7 x 6/10 x 9). Com boa sequência de ataques da ponteira Natália Fernandes, o Brasília voltou a assumir a liderança do placar (17 x 11). E sem maiores dificuldades, conquistaram a parcial em 25 x 17.

Mantendo o ritmo do início dos sets anteriores, o equilíbrio se fez presente novamente (2 x 2/7 x 7/9 x 9). A intensidade era evidente desde o início do jogo e assim permaneceu, com as duas equipes oscilando na liderança do placar. Com dois bloqueios mineiros, o Praia Clube assumiu a frente no set (15 x 17), fazendo com que o técnico candango solicitasse a parada técnica. Assim o Brasília diminuiu a diferença (21 x 22). Apesar da reação das meninas da capital, o time da casa conquistou o período por 23 x 25.

O início do Tie-break seguiu o embalo do jogo, com bastante equilíbrio. Até as donas da casa, apoiadas pela torcida presente, abrirem 3 x 6 na última parcial do confronto. O Brasília não se entregou e, com dois aces seguidos da ponteira Neneca, encostou no marcador (7 x 9). Apesar da breve reação, a equipe mineira, que defende o título da Superliga Feminina, mostrou poder de definição e conquistou a vitória por 10 x 15.

A maior pontuadora da partida pelo lado candango foi a oposta Renatinha, com 21 pontos (17 de ataque e 4 de bloqueio). Agora o BRB/Brasília Vôlei volta a atuar dentro de casa, no próximo dia 05/02 (terça-feira), contra o Curitiba Vôlei-PR. A partida será realizada no ginásio do Sesi, em Taguatinga-DF, a partir das 20 horas.

Com informações da assessoria de comunicação

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2616 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *