Agora no Gama, Mario Henrique espera dar salto na carreira

Restam apenas mais quatro dias para que a bola volte a rolar nos gramados candangos. Serão doze equipes que lutarão pelo título candango de 2019, de olho nas vagas das competições nacionais que rendem não só visibilidade como renda extra para os participantes.

Assim como todos os anos, a lista de favoritos sempre passa por dois clubes: Gama e Brasiliense. Juntos possuem 20 títulos (11 do Gama e 9 do Brasiliense), e são os maiores vencedores do torneio local. E a troca de jogadores entre os eternos arquirrivais são sempre cercados de polêmicas.

É o caso do lateral esquerdo Mário Henrique, de 25 anos. O jogador que passou as duas últimas temporadas defendendo o Brasiliense trocou a camisa amarela pela verde visando mais visibilidade e a possibilidade de subir na carreira: “Vestir essa camisa aqui é muita responsabilidade. Estou muito feliz de estar aqui, feliz de estar podendo vestir essa camisa, talvez seja uma das maiores do Centro-Oeste. A pré-temporada foi boa, muito bem feita e eu tenho certeza que o Gama vai entrar forte no Campeonato Candango de 2019” disse.

Natural de Uruçuí – uma pequena cidade do interior do Piauí, Mário Henrique Gomes de Moura deu os seus primeiros passos no futebol no Jacareí-SP. Depois foi atuar no nordeste onde jogou no América-RN e Tuna Luso-RN antes de desembarcar no Ceilândia em 2016. Suas boas atuações no Gato Preto acabaram chamando a atenção do Brasiliense que o contratou para a temporada de 2017 e onde foi campeão candango naquele ano.

Após o título candango, Mário foi emprestado para o Santos-AP onde também foi campeão estadual. Já a temporada de 2018 acabou não sendo a esperada. O início irregular do Brasiliense no estadual acabou custando a sua saída do elenco do Jacaré, e ele então retornou ao Ceilândia. No Gato acabou caindo nas semifinais para o Sobradinho, que viria a ser o Campeão Candango.

Mário Henrique ainda jogou a segunda divisão pelo Brazlândia antes de desembarcar no Periquito. Agora jogando pelo clube mais popular do estado, o atleta espera conquistar mais um título estadual, agora com a camisa verde: “Eu vejo a equipe muito forte, muito competitiva, muito técnica, sabe o que fazer com a bola durante o jogo. O torcedor pode esperar uma equipe muito boa e muito forte” afirmou.

Em 2018, o Bolamense aprontou pra cima do Gama e venceu o adversário diante de sua torcida e em seu estádio, gerando a demissão do então treinador Carlos Alberto Dias, e uma crise de confiança entre a torcida e o clube. Mas para este ano, a hipótese de a história se repetir nem passa pela cabeça de Mário Henrique: “Passou já, ficou para trás. É um novo jogo, vamos correr, lutar, e se Deus quiser, sair com os três pontos” aposta.

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2444 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

2 comentários em “Agora no Gama, Mario Henrique espera dar salto na carreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *