Cerrado Basquete: equipe candanga inova e Pipokão é a nova casa do Verdão

Neste sábado (8), o Cerrado Basquete deu um novo passo visando suas instalações, trata-se de seu ginásio. A nova casa do Verdão recebeu o nome de uma grande estrela do basquete brasiliense: João Vianna, o Pipoka. O evento contou com personalidades do esporte e muitos torcedores, que puderam sentir o gosto de jogar na nova quadra da equipe.

O local conta com um espaço para mais ou menos trezentas pessoas e está localizado no clube Aseel, no Setor de Clubes Esportivo Sul. Será a casa do Cerrado na disputa da Liga Ouro de 2019, que iniciará em janeiro próximo. O Pipokão, como denominou a torcida presente, ainda vai receber uma vistoria em outubro, procedimento padrão para todas as equipes que irão disputar o torneio nacional.

A primeira parte do evento contou com diversos jogos entre os torcedores presentes no ginásio. Homens, mulheres e crianças participaram desta ação, jogando uns contra os outros, sem qualquer distinção. A iniciativa reuniu cerca de 60 “torcedores-jogadores” que brincavam na quadra em partidas de vinte minutos.

Logo após, veio o momento mais esperado do dia, as palavras dos responsáveis pelo evento e personalidades presentes. Dentre os nomes que falaram na apresentação do ginásio, destacam-se: Dimitri Rodrigues (presidente do Cerrado Basquete), Felipe Bretas (diretor do Cerrado Basquete), representantes dos políticos Leila do Vôlei e Júlio César, diretores da Aseel, Frederico Rossi e o mais aguardado, João Vianna, o Pipoka.

Pipoka falou à equipe do DF Sports sobre a emoção que estava sentindo. “Estou envaidecido com tudo isso que está acontecendo, eu sou daqui e estou muito feliz pelo ginásio ter o meu nome. Está muito bonito e aconchegante, todos serão bem-vindos”, comentou o grande nome do dia.

Outro renomado jogador presente foi Frederico Rossi, que lembrou o ressurgimento do basquete brasiliense em alto nível. “Ficamos felizes com o retorno do Universo à elite, é o lugar devido de Brasília, por ser um dos lugares com mais expressão no basquetebol brasileiro. A cidade está voltando a falar do esporte e o Cerrado, com essa estrutura maravilhosa, se coloca bem no cenário de basquete. Também não poderia deixar de parabenizar o Dimitri (presidente do Cerrado) pelo projeto e ter homenageado o nosso grande nome do esporte, o João José Vianna”, ponderou.

O presidente do Cerrado Basquete, Dimitri Rodrigues, diz se sentir realizado. “Era um sonho meu, eu sempre acompanhei o esporte, mesmo sendo do Pará. O nome do Pipoka sempre foi forte e inaugurar o ginásio com o nome dele é me sentir realizado. Espero que dê muitas alegrias a essa torcida”, explicou. O dirigente ainda ressaltou o público. “Muito bom ver essa galera se divertindo, agora vai ter competição de arremessos para fechar este dia incrível”, finalizou.

Por João Marcelo

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2924 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *