Brazlândia vence, elimina Ceilandense e volta ao páreo

O Ceilandense deu adeus às suas chances de acesso na manhã deste sábado (1) pela quarta rodada do Campeonato Candango da Segunda Divisão. O Dragão que folga na próxima rodada, precisava da vitória hoje diante do Brazlândia e de uma combinação de resultados para sonhar com a classificação.

Porém no segundo tempo, a Garça aproveitou as oportunidades criadas em contra ataque e matou o jogo. Após o apito final do árbitro Maricleber Góes, o placar terminou em 3×0 a favor do Brazlândia.

Brazlândia parte pra cima, Ceilandense equilibra

Assim que a bola rolou, o Brazlândia não quis perder tempo e partiu com tudo para cima do adversário. Com apenas três minutos, o meia Maikel mostrou o “cartão de visitas” da Garça em um bom chute de fora da área que passou por cima da trave. Dois minutos depois Mário Henrique cobrou falta e Lucas Victor sem marcação deixou a bola passar.

Passado o susto, a equipe comandada pelo técnico Vandinho Silva colocou a bola no chão e passou a equilibrar o jogo. Aos 11′ o zagueiro Dedé quase marca contra após a bola desviar na sua canela em cruzamento rasteiro. Aos 20′, Weberthy cabeceou firme na bola e Márcio Fernandes defendeu.

Quando o primeiro tempo se encaminhava para o final, o Brazlândia assustou o goleiro Wender. Na primeira Thavisson arriscou chute da meia lua e o goleiro tricolor desviou com a ponta dos dedos para fora. Aos 38′ o volante Henrique mandou uma pancada para o gol do Brazlândia e Márcio Fernandes defendeu. Na sequência, Mário Henrique puxou o contra ataque e mandou um chute cruzado que passou à esquerda do gol de Wender.

Nos acréscimos, surgiu a melhor oportunidade do Brazlândia. Lucas Victor recebeu na pequena área, driblou a marcação e soltou a bomba em cima de Wender que fez grande defesa.

Contra ataques mortais

O Brazlândia veio à campo com outra postura. Enquanto o Ceilandense buscava manter a pressão para conseguir o primeiro gol, a Garça apostou nas jogadas de contra ataque e se deu bem. Logo aos 13 minutos, Formiga puxou contra ataque pela esquerda e tocou para William sem marcação chutar rasteiro. Wender se esticou todo e defendeu.

Mas tês minutos depois o goleiro do Ceilandense nada pôde fazer para evitar o gol dos visitantes. Após passe certeiro, Formiga se antecipou à Wender e desviou de leve no canto direito para abrir o placar.

O técnico Vandinho Silva fez duas substituições para buscar a reação. Aos 27′ a melhor chance do Ceilandense: Clayton cobrou escanteio e Rodrigo Menezes cabeceou para o chão. Márcio Fernandes fez grande defesa. Mas dez minutos depois viria um balde de água fria na reação do Dragão. O lateral direito Douglas Ratinho experimentou um chutaço da intermediária e surpreendeu Wender, marcando um belo gol.

No finalzinho o Brazlândia marcou o terceiro e selou a eliminação do Ceilandense. Após mais um contra ataque, Formiga recebeu passe na pequena área e tocou para Wilker sem marcação chutar no gol e fechar o placar.

Lucas Real que entrara no segundo tempo ainda teve a chance de marcar o gol de honra para o Ceilandense, mas o jogador isolou a bola por cima da meta de Márcio Fernandes. Foi o último capítulo da participação do Ceilandense na segunda divisão de 2018. Já o Brazlândia conquistou a liderança provisória da chave A e joga pela classificação na próxima rodada diante do Taguatinga, provavelmente no estádio Chapadinha.

FICHA TÉCNICA

CEILANDENSE 0 x 3 BRAZLÂNDIA

Campeonato de Futebol Profissional da 2ª Divisão 2018 – 4ª rodada

Estádio Abadião, Ceilândia-DF – 01/09/2018, 10h

Público: 21

Renda: R$ 210,00

Árbitro: Maricleber Góes

A1: Mizael Quintino

A2: Adailton Borges

4º árbitro: Felipe Barbosa

CEILANDENSE

Wender; Clayton, Danilo, Henrique e Weverton; Carneiro, Teixeira (Lucas Real), Weberthy (Vitor Luís) e Rodrigo Menezes; Romário e Júlio (Ferrugem).

Técnico: Vandinho Silva.

Gol: Não Houve

Cartões amarelos: Júlio.

Cartão vermelho: Weverton.

BRAZLÂNDIA

Márcio Fernandes; Douglas Ratinho, Dedé, Jefferson e Mário Henrique; Didão, Gustavo, Maikel e William (Wilker); Thavisson (Formiga) e Lucas Victor.

Técnico: João Gomes.

Gols: Formiga (16’ – 2º T), Douglas Ratinho (37 ’ –  2º T) e Wilker (43’ – 2º T).

Cartão amarelo: Douglas Ratinho.

Cartão vermelho: Não Houve.

Por Marcelo Gonçalo

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2843 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *