Ceilandense contrata quatro reforços e mira a recuperação diante do TEC

A derrota na estreia do Campeonato Candango da Segunda Divisão não estava nos planos do Ceilandense. Mesmo com o pouco tempo de preparação – foi a última equipe a definir treinador e elenco – o técnico Vandinho Silva contava com os três pontos em casa diante do jovem time do Capital.

Sem tempo para lamentações, a Diretoria do clube foi ao mercado e trouxe quatro reforços. São eles o atacante Romário (Santa Maria), o meia Rodrigo Menezes (Luziânia), o zagueiro Lucas Cabral (Bolamense) e o lateral esquerdo Weverton (Paranoá).

Romário está há duas temporadas no Santa Maria e fez parte do elenco que evitou o rebaixamento da Águia no Candangão deste ano. O atleta estava no América-GO, disputando o Campeonato Candango da Segunda Divisão.

Revelado pelo Fortaleza, Rodrigo Menezes tem 30 anos e jogou no Oeste-SP, Galícia-BA, J. Malucelli-PR e Sobradinho. Foi campeão candango pelo Luziânia em 2016, seu último clube.

Com passagens por Brazlândia e Bolamense, Lucas Cabral chega para reforçar a zaga tricolor. Já o lateral Weverton tem 24 anos e depois de duas temporadas no Ceilândia, defendeu o Paranoá no Candangão deste ano. Além dos quatro atletas, cinco jogadores oriundos da base do Santa Maria foram integrados ao elenco para serem observados: os meias Manu e Taboca, o lateral Vitinho e os atacantes Clesio e Nadson.

Técnico Vandinho Silva. Foto: Marcelo Gonçalo/DF Sports

Confiança na reação

Durante a reapresentação da equipe no seu local de treinamentos, o técnico Vandinho Silva falou ao DF Sports que é hora de esquecer o que passou e dar a volta por cima:  “A gente não tem muito tempo para lamentações, precisamos sacudir a poeira e trabalhar para dar a volta por cima. O que está ao nosso alcance, a gente está fazendo, fomos buscar algumas peças que estavam perdidas e graças à Deus conseguimos achá-los, e que irão agregar e ajudar muito a gente aqui.”

O treinador fez uma breve análise dos motivos que levaram o Ceilandense a sofrer e primeira derrota: “Essa semana vai ser um divisor de águas para a gente, a derrota na estreia foi inesperada, a gente saiu na frente. Mas futebol é assim, se você tiver a oportunidade de fazer, você precisa fazer. Se não fizer, você corre o risco de ser surpreendido. E foi o que aconteceu com a gente.

Comissão Técnica do Ceilandense com o Auxiliar Técnico Phillippi Coutinho, o Preparador Físico Luiz Carlos e o Preparador de Goleiros Rafael. Foto: Marcelo Gonçalo/DF Sports

Vandinho busca motivar o seu elenco para buscar a reação já na próxima rodada, quando enfrentará o favorito Taguatinga: “Esse jogo contra o Taguatinga vai ser diferente, é uma equipe com outra pegada, com outra estrutura, com outro envolvimento emocional, e se Deus quiser vai dar tudo certo para a gente buscar o nosso objetivo que é a vitória. É um jogo que eu particularmente gosto de jogar, vou até dar um “pitaco” aqui que foi a mesma situação de quando eu estava no Santa Maria, onde a gente tinha um jogo de vida ou morte contra o Ceilândia, e graças a Deus a gente trabalhou quietinho e caladinho, armamos um esquema que funcionou. E jogar contra time bom é um jogo que todo jogador tem que gostar. É o que eu passo para os meus garotos aqui, a gente tem que gostar de jogar contra os bons, porque só assim a gente se sobressai e vamos ser vistos como bons também. É um jogo muito importante para os nossos objetivos, num campeonato de tiro curto a motivação dos meninos está em cima e é a chance deles”.

Por Marcelo Gonçalo 

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2590 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Um comentário em “Ceilandense contrata quatro reforços e mira a recuperação diante do TEC

  • Avatar
    14 de agosto de 2018 em 20:06
    Permalink

    o futebol do df ta se igualando na primeira divisão depois da ultima hegemonia que foi do brasiliense, de 2004 até 2009 do ano seguinte até então são cinco campeões diferentes ceilândia 2010 e 2012 brasiliense 2011, 2013 e 2017 luziânía 2014 e 2016 gama 2015 e sobradinho em 2018. E na segunda este no tem umas 3 ou 4 equipes com capacidade de brigar pelo o acesso.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *