Em reduto adversário, Real vence o Ceilândia pelo Candanguinho

O Campeonato de Futebol Júnior do Distrito Federal 2018 teve continuidade na tarde deste domingo (3). E no estádio Abadião o encontro foi entre Ceilândia e Real. Ao término dos 90 minutos, o Leão do Planalto superou as dificuldades de encarar o Gato Preto em seu território e venceu por 1 x 0, com gol de Felipe.

Gol salvador

A partida começou eletrizante. Antes mesmo dos 10 minutos, ambos os times tiveram oportunidades claras de marcar. O Ceilândia com a jogadas de linha de fundo, alçando a bola na área. O Real F. C., em contrapartida, acertou um chute certeiro na trave com Belotti.

Após os lances, o duelo ficou nervoso, com os jogadores começaram a se estranhar dentro de campo, dando bastante trabalho para o árbitro Marco Antônio. Mas o comandante da partida soube apaziguar os ânimos com o diálogo.

Aos 22 minutos, antes da parada para hidratação dos atletas, o Gato Preto chegou com perigo. Após bola cruzada na batida da falta, o atacante Warley cabeceou, assustando o goleiro do Leão do Planalto, João Victor. Mas a conclusão saiu por cima da meta.

Contando com o apoio da pequena, mas barulhenta torcida nas arquibancadas, aos 39 minutos, os donos da casa voltaram a assustar o goleiro João Victor. O camisa sete cobrou falta no cantinho esquerdo, mas o arqueiro realense caiu para desviar a escanteio. Daí o jogo se encaminhou para o intervalo sem alteração no placar.

O Real voltou mais avançado no segundo tempo e logo de cara o meia Belotti tentou surpreender chutando do meio da rua, mas o goleiro do Ceilândia, Christian estava atento e segurou a bola com segurança.

Aos 13 minutos, logo depois de o Ceilândia perder chance em cobrança de falta com Sales, o técnico do Real, Jean Rodrigues, resolveu alterar o seu time. Entraram Eric Pará e Felipe, para as respectivas saídas de Paulo Henrique e Léo. O time teve uma ligeira melhora. Mas Leonardo Roquete, treinador do Gato, providenciou também as suas mudanças. Entraram Vinícius e Kennedy, saindo Vitinho e Daniel

Embora o Ceilândia tivesse sido melhor durante toda a etapa inicial, foi o real quem abriu o marcador. Em jogada pela esquerda, a bola veio parar rasteira dentro da pequena área e Felipe, que acabara de entrar, empurrou para o fundo da meta de Christian, 1 x 0 para os visitantes.

O clima ficou quente daí em diante. Asaph e Esquerdinha, em lances distintos, levaram o segundo cartão amarelo e foram expulsos de campo, deixando ambas as equipes com 10 jogadores em campo, cada uma.  Por volta dos 35 minutos, uma cena lamentável. Torcedores que estavam nas arquibancadas, começaram a atirar fogos de artifício em direção ao banco de reservas do Real. O árbitro parou a partida para pedir solicitar que parassem.

Após o recomeço do jogo, os mandantes partiram para cima. Assim, aos 36 minutos, Pedro Amorim recebeu na área, girou e arrematou, mas o goleiro João Victor caiu e praticou excepcional defesa, salvando o Real de levar o que seria o gol de empate. Aos 41’ foi a vez de Warley perder boa oportunidade, mandando de cabeça por cima do travessão. Mas não havia tempo para mais nada e o Leão saiu triunfante pelo placar mínimo.

Pela 3ª rodada, que será realizada no próximo fim de semana, o Ceilândia vai ser visitante contra o Samambaia, em local, dia e horário a definir. Já o Real também jogará fora de casa, contra o Gama, provavelmente no Centro de Treinamento Ninho do Periquito, em dia e hora indefinidos.

FICHA TÉCNICA

CEILÂNDIA 0 x 1 REAL

43º Campeonato de Futebol Júnior do Distrito Federal – 2ª rodada

Estádio Abadião, Ceilândia-DF – 02/06/2018, 15h30

Público:

Renda:

Árbitro: Marco Antônio

A1: Renato Gomes

A2: Adão de Jesus

4º árbitro: Wilson Júnior

CEILÂNDIA

Christian; Daniel (Kennedy), Luan, Portela e Bolt; Asaph, Moisés, Sales e Vitinho (Vinícius); Pedro Amorim (Fernando) e Warley.

Técnico: Leonardo Roquete.

Gol: não houve.

Cartão amarelo: não houve.

Cartão vermelho: Asaph.

REAL F. C.

João Victor; Erick, Joeder, Paulo Júnior e Esquerdinha; Mineiro, Paulo Henrique (Eric Pará) e Belotti (Deivid); Léo (Felipe), Mário Sérgio (Oscar) e Rangel (Victor Guedes).

Técnico: Jean Rodrigues.

Gol: Felipe (2º’ – 2º T).

Cartão amarelo: Belotti.

Cartão vermelho: Esquerdinha.

Por Haland Guilarde

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2843 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *