Em jogo empolgante, Ceilândia empata e se mantém vivo

O Ceilândia, sob risco no Campeonato Brasileiro da Série D 2018, recebeu a Aparecidense-GO, na tarde deste sábado (19), em partida válida pela 5ª rodada do certame nacional. Após 90 minutos de altos e baixos de ambos os lados, o placar terminou em 4 x 4. Com o resultado, o time candango precisa torcer por vitória do Novo Operário-MS contra o Sinop-MT, ou empate, para continuar sonhando com a classificação. Já os goianos estão praticamente na fase seguinte.

Não deu para desviar a atenção

O duelo começou com o Gato Preto partindo para cima do Camaleão. No entanto, as investidas alvinegras não deram resultado, pois os jogadores de frente não acertavam o último passe, além das conclusões saírem sem rumo. Assim, a primeira bola de perigo veio com os goianos aos 16 minutos, mas Alex Henrique desperdiçou o contra-ataque.

Mas, a partir dos 19’, o time comandado pelo técnico Éverton Goiano começou a desiludir o sonho candango de passar à próxima fase. Após o rebote do goleiro Wendell, o artilheiro Nonato tratou de se antecipar à zaga e fazer 1 x 0 para a Aparecidense. Três minutos depois Aleílson chutou da marca do pênalti e aumentou a vantagem dos visitantes (2 x 0).

Depois da ducha de água fria nas suas pretensões, os jogadores do Ceilândia até tentaram retomar o equilíbrio do confronto, mas em vão. O tempo passou e nada de efetivo foi criado dentro de campo, enquanto a equipe de Goiás segurava o placar.

Porém, aos 30 minutos, os mandantes resolveram diminuir o prejuízo. O volante Emerson Martins chutou de muito longe e a bola acertou a trave esquerda do goleiro Pedro Henrique. No rebote o atacante Mirandinha não desperdiçou e deu novos números ao marcador, 2 x 1. O primeiro tempo ficou assim.

O técnico do Ceilândia surpreendeu no intervalo e retornou com duas alterações. Saíram Amoroso e Gilmar, para as entradas de Daniel e Juninho, respectivamente. Para melhorar a situação dos mandantes, após cobrança de escanteio de Mário Henrique pela esquerda, aos quatro minutos, Emerson Martins cabeceou firme para empatar o jogo em 2 x 2.

A torcida se empolgou nas arquibancadas e empurrou o time para cima. Assim, aos 10 minutos, Wallace arriscou de fora da área, mas Pedro Henrique espalmou a escanteio. Entretanto, no ataque seguinte dos goianos, eles retomaram a frente no marcador. Uederson soltou um chute colocado do meio da rua e acertou o ângulo de Wendell, 3 x 2 Aparecidense.

Para tentar dar fim às pretensões do Ceilândia, o adversário aumentou a vantagem aos 22 minutos. Nonato fez um verdadeiro salseiro na área e colocou Alex Henrique sozinho para colocar no canto esquerdo de Wendell: Aparecidense 4 x 2. Mirandinha reclamou de impedimento no lance e recebeu o cartão amarelo.

Mas o time de Adelson ainda tentou buscar a igualdade, e conseguiu. Aos 30 minutos, Pedrinho, que acabara de entrar, partiu em velocidade, deixando os adversários para trás e arrematou, após adentrar a área. A bola passou pelo arqueiro rival e afundou as redes. Placar: Ceilândia 3 x 4 Aparecidense.

No entanto, o que parecia impossível ocorreu aos 48 minutos da etapa final. No último momento do jogo, Mário Henrique alçou a bola na área em escanteio e o volante Kasado subiu mais alto que todos para empurrar para o gol. Resultado final 4 x 4, para delírio do torcedor, debaixo de uma forte chuva que começou a partir dos 30’, do tempo complementar,

Na última rodada do Brasileirão da Série D o Ceilândia vai até Sinop-MT, encarar os mandantes, às 18 horas. Enquanto isso a Aparecidense-GO recebe o Novo Operário-MS, na mesma data e horário. Todos os jogos da rodada final da primeira fase serão simultâneos.

FICHA TÉCNICA

CEILÂNDIA 4 x 4 APARECIDENSE-GO

Campeonato Brasileiro Série D – 5ª rodada

Estádio Abadião, 19/05/2018, 15h30

Público: 320

Renda: R$ 1.400,00

Árbitro: José Henrique de Azevedo Júnior – MA

A1: Raphael Max Borges Pereira – MA

A2: Djavan Costa da Silva – MA

4º árbitro: Vanderlei Soares – DF

Analista de campo: Jamir Garcez – DF

CEILÂNDIA

Wendell; Júlio Ferrari, Cocada, Jefferson e Mário Henrique; Kasado, Emerson Martins e Gilmar (Juninho); Mirandinha, Wallace (Pedrinho) e Amoroso (Daniel).

Técnico: Adelson de Almeida.

Gols: Mirandinha (30’ – 1º T), Emerson Martins (4’ – 2º T), Pedrinho (29’ – 2º T) e Kasado (48’ – 2º T).

Cartões amarelos: Emerson Martins, Jefferson, Wallace e Mirandinha.

Cartão vermelho: não houve.

APARECIDENSE-GO

Pedro Henrique; Rafael Cruz, Filipe Costa, Mirita e Hélder; Tiago Ulisses, Washington (Araújo), Aleílson (Robson) e Alex Henrique; Uederson e Nonato (Gilvan).

Técnico: Éverton Goiano.

Gols: Nonato (19’ – 1º T), Aleílson (22’ – 1º T), Uederson (11’ – 2º T) e Alex Henrique (22’ – 2º T).

Cartões amarelos: Rafael Cruz, Uederson e Araújo.

Cartão vermelho: não houve.

Por Haland Guilarde

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2524 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *