Brasiliense pressiona, mas não consegue vencer o Corumbaense

O Brasiliense foi ao Matogrosso do Sul neste sábado, visitar o Corumbaense pela quarta rodada da Série D 2018. O Jacaré tentou comandar as ações desde o início, já que queria vencer para tentar retornar a liderança do grupo A10 da Série D. Porém, o Corumbaense não amoleceu, marcou forte, cometeu muitas faltas e foi minando as jogadas do time candango. No fim, o zero não saiu do placar, o que não foi de todo ruim para o Brasiliense, que continua dependendo de suas próprias forças para avançar na competição.

O jogo

Assim que a bola rolou, o Corumbaense, desesperado pela vitória, se mandou pra frente, tentando pressionar o Brasiliense. Jogando mais avançado e com mais coragem do que na partida passada, quando foi derrotado por 4×0, o time da casa impos dificuldade ao Jacaré nos primeiros minutos. Em um duelo de muita marcação, a primeira oportunidade do Jacaré e do jogo só veio aos 24 minutos, quando Tartá colocou Nunes na cara do gol, mas o camisa 9 foi pego em posição de impedimento. Aos 28 minutos, Nunes sofreu falta perigoso na entrada da grande área. Mas na cobrança, Souza pegou mal e isolou a a bola.

Aos 34 minutos, quando finalmente o Corumbaense conseguiu trabalhar a bola e chegar com perigo, Agnaldo colocou Sandrinho na cara de Sucuri, mas o atacante estava impedido. Nos minutos subsequentes, o Corumbaense insistiu em bolas longas e cruzamentos, porém sem sucesso. O Brasiliense, por sua vez, não conseguia imprimir a velocidade necessária para explorar os contra-ataques e nem trocar passes para chegar até o gol do Corumbaense e por isso levou pouco perigo ao adversário. O time amarelo voltou a incomodar apenas nos minutos finais da primeira etapa. Aos 43 minutos, Erick Flores lançou Tartá em bola longa, mas o goleiro Carlos, atento, saiu antes e tirou a bola. Aos 45, Romarinho recebeu lançamento de Souza na esquerda e cruzou para a grande área. Nunes subiu, mas não conseguiu colocar direção na cabeçada.

Como ja é de praxe, Aílton Ferraz retornou do intervalo sem alterações. A segunda etapa começou assim como terminou a primeira. O Brasiliense esbarrando na forte marcação dos donos da casa, sem conseguir dar sequencia as jogadas, enquanto o Corumbaense tentava jogar a bola pra grande área, na expectativa de encontrar um gol. Aos 13 minutos, o Brasiliense conseguiu finalmente uma troca de passes envolvente. Wellington Saci chapelou a marcação depois de receber bom passe de Souza, passou para Erick Flores que bateu forte da entrada da área. A bola desviou na defesa e passou raspando a trave do Corumbaense. Aos 18 minutos, Aílton resolveu fazer duas alterações de uma só vez para mudar o jogo. Peninha e Morais vieram pro campo nas vagas de Tartá e Souza. O Corumbaense respondeu com Jorginho, ex-Real F.C., na vaga de Michel Paulista.

As alterações surtiram efeito e deram mais movimentação ao Jacaré. So 27 do segundo, Peninha recebeu de Romarinho pela esquerda, encarou a marcação e só foi parado com falta. Dois minutos depois, Aldo experimentou de fora da área, e assustou o goleiro Carlos. Nos minutos finais, o Brasiliense foi jogar dentro do campo do Corumbaense, em busca do gol da vitória. O Jacaré até criava chances com Peninha, Morais e Romarinho, mas parecia ser um daqueles dias em que nada daria certo. Aos 48 minutos, Peninha mandou uma bomba da entrada da área e quase acertou o angulo do goleiro Carlos. Na sequência, o Corumbaense respondeu com Jorginho, que também da entrada da área, bateu mal, por cima do gol de Sucuri. E foi só.

O resultado levou o Brasiliense aos 7 pontos, dependendo ainda apenas de si mesmo para garantir a classificação. Falando à TV Brasiliense, Peninha analisou o resultado. “Esperávamos a vitória. Se ganhássemos, estaríamos praticamente classificados. Mas aqui é difícil jogar, sabíamos das dificuldades. No próximo domingo, vamos com a mesma pegada pra tentar garantir a classificação”, ressaltou o meia.

No próximo domingo (20), o Brasiliense vai até Iporá-GO para tentar “vingar” a derrota em casa por 1 x 0 para os goianos, às 15h30. Em caso de vitória, o Jacaré poderá garantir a classificação para a segunda fase da Série D 2018.

FICHA TÉCNICA

BRASILIENSE 0x0 CORUMBAENSE-MS

Campeonato Brasileiro Série D 2018 – Grupo A10 – 4ª rodada

12/05/2018 – 19h

Estádio Arthur Marinho, Corumbá-MS

Arbitro: Leandro Cunha de Oliveira – TO

A1: Cipriano da Silva Sousa – TO

A2: Natal da Silva Ramos Júnior – TO

4º Árbitro: Augusto Domingos Borges Ortega – MS

Analista de campo: Manoel Paixão dos Santos – MS

CORUMBAENSE-MS

Carlos; Robinho, Milanez, Augusto e Valdinei (Salomão); Eduardo Arroz, Igor Pimentel, Adriano (Elivelto) e Agnaldo; Michel Paulista (Jorginho) e Sandrinho.

Técnico: Robert Almeida.

Gol: não houve.

Cartões amarelos: Milanez, Igor Pimentel, Eduardo Arroz, Elivelto.

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Patrick, Lúcio, Preto Costa e Wellington Saci; Aldo, Erick Flores e Souza (Morais); Tartá (Peninha), Romarinho e Nunes.

Técnico: Aílton Ferraz.

Gol: não houve.

Cartão amarelo: não houve

Por Pedro Breganholi

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 3046 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *