Hora da verdade! Começam as decisões do Candangão 2018

A partir deste sábado (31), Sobradinho e Brasiliense darão o pontapé inicial para mais uma decisão de Campeonato Candango de Futebol. Desta vez, em sua 43ª edição. O jogo está marcado para começar as 16h15 e, após muita polêmica e indecisão, será jogado no estádio Mané Garrincha.

Grande surpresa do campeonato até aqui, o Sobradinho chega confiante para a finalíssima e, com a sensação de dever cumprido, mas sabendo que não terá vida fácil. O Jacaré, por sua vez, viveu momentos ruins dentro da competição e se apresenta para a final tendo dado a volta por cima na desconfiança do torcedor.

SOBRADINHO

O Leão da Serra está de bem com a vida. O objetivo de vingar a eliminação da Copa Verde nos tribunais foi cumprido. Se o Ceilandia “tomou” a vaga do Sobradinho na Copa Verde em 2017, em 2018, o time da cidade serrana decretou o fim do calendário nacional completo para o Gato Preto em 2019, que terá sua última chance no Campeonato Brasileiro da Série D deste ano, caso suba para a C.

Vingado, porém não satisfeito, o alvinegro quer mais. O Brasiliense, adversário da final, foi a outra equipe que moveu a ação que impediu o clube de jogar a competição nacional. Por isso, a torcida considera que o trabalho ainda não está feito. Em boa fase, os comandados do técnico Vitor Santana contam com um camisa 9 mais do que calibrado. Michel Platini desbancou Paulo René e é o artilheiro isolado do Candangão, com 11 gols.

O experiente centroavante vem sendo decisivo na campanha e promete não ser diferente também nas duas partidas finais da competição local. Seus gols, juntamente com a raça que os demais atletas tem demonstrado em campo, poderão fazer com que o Leão saia, finalmente, da seca de títulos, que dura desde 1986, quando foi bicampeão candango.

BRASILIENSE

Garantido na decisão, o Brasiliense chega a sua segunda final consecutiva. Com o objetivo de chegar ao 10º título e encostar no maior detentor de conquistas, o Gama, com 11, a equipe amarela fez uma boa campanha na Primeira Fase, ficando em 3º lugar, com 21 pontos. Nas quartas de final, o Jacaré enfrentou o Paracatu e, com duas vitórias por 2 x 0, garantiu o passaporte para as semifinais.

Entre os quatro melhores, o Brasiliense enfrentou novamente uma equipe do Entorno do DF, o Luziânia, em dois confrontos emocionantes. Mesmo perdendo o jogo da ida por 1 x 0, a agremiação que comandada pelo técnico Ailton Ferraz confirmou o favoritismo e, vencendo a partida de volta por 2 x 1, carimbou a classificação para a finalíssima.

Com o primeiro objetivo conquistado, chegar à decisão e, consequentemente se garantir nas competições nacionais de 2019 (Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro da Série D e Copa Verde), agora o foco é no título. Para isso, o Jacaré terá pela frente o Sobradinho, que vem de uma grande ascensão no campeonato e será um páreo duro para alcançar a meta.

Visando tal objetivo, o treinador amarelo trabalhou mais uma vez a equipe testando algumas formações táticas, principalmente pelo lado ofensivo, para buscar fazer um bom resultado já no duelo da ida. Souza deverá ser mantido na equipe titular e provavelmente Aldo, que se recupera de lesão, poderá voltar neste primeiro jogo.

FICHA TÉCNICA

SOBRADINHO x BRASILIENSE

Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha – Final (1º jogo)

31/03/2018 – 16h15

Arbitro: Vanderlei Soares
A1: Lucas Guerra
A2: Lehi Souza
4º Árbitro: Luiz Aniceto
5º Árbitro: Maguielson Lima
Inspetor: Rodrigo Paulino

SOBRADINHO

Michael; Claysson (Lucas), Igor, Rambo e Dionatan; Lucas Dias, Geovani, Éverton e Joãozinho; Michel Platini e Mirandinha.

Técnico: Vitor Santana.

BRASILIENSE

Edmar Sucuri, Patrick, Welton Felipe, Wallace e Gerson; Radamés, Gabriel (Aldo), Souza e Filipe Cirne; Reinaldo e Nunes.

Técnico: Ailton Ferraz.

Por Pedro Breganholi e Lucas Bolzan

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 3033 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *