Gato desbanca Tsunami e amplia vantagem para a volta

Formosa e Ceilândia se enfrentaram na tarde deste domingo (18), no estádio Diogão, em partida válida pelo confronto das quartas de final do Candangão 2018. Ao término, a equipe alvinegra levou a melhor. Com os gols de Didão e Ronan, ambos marcados no segundo tempo, os visitantes venceram pelo placar de 2 x 0 e aumentou a vantagem para a próxima partida que será quinta-feira (22), no estádio Abadião, às 15h30.

Antes que a partida começasse o presidente da Federação de Futebol do Distrito Federal (FFDF), Daniel Vasconcelos, ao lado do Secretário de Governo, Apolinário Rebelo, entregou um troféu por premiação à equipe do Ceilândia, que fez a melhor campanha e foi campeã moral do Primeiro Turno da competição.

O capitão Didão recebeu o troféu das mãos de Daniel Vasconcelos e Apolinário Rebelo. Foto: Aline Santiago/DF Sports.

Com a bola em jogo…

Começo de partida e ambas as equipes estudavam os adversários. Aos 9’, a equipe do Formosa ficou apreensiva com a possível contusão de seu atacante Wesley Brasília. Dez minutos passaram e o experiente jogador não aguentou ficar em campo, caiu no gramado e pediu para ser substituído. Araújo passou a ocupar a sua vaga.

A primeira boa chance de gol só saiu aos 36 minutos. O meia formosense, Marcos Paullo, tocou para Juninho, mas o passe saiu um pouco forte e seu companheiro não conseguiu alcançar. Com um duelo truncado, os mais de mil torcedores que foram ao Diogão não puderam acompanhar nada mais empolgante na etapa inicial.

No início do segundo tempo, o árbitro Rafael Diniz mal havia ajustado seu cronometro e, depois da cobrança de escanteio pelo lado direito, a zaga do Tsunami do Cerrado bobeou e a grandalhão Didão subiu sozinho, cabeceando para o fundo do gol, abrindo o placar a favor do Ceilândia, 1 x 0.

Aos 19’, depois de boa jogada pela direita, a bola foi cruzada na área e o atacante Araújo, sozinho, perdeu a chance de empatar a partida para os anfitriões. Dois minutos depois, Bruno Cachorrão chutou de fora da área no canto direito da meta ceilandense e novamente a equipe não mandante conseguiu marcar.

Com 33 minutos de bola em jogo, Ronan aproveitou a “batida de roupa” do goleiro Pedro Ferreira e, atento no lance, aproveitou e empurrou para o gol, aumentando, assim, a vantagem para 2 x 0. Após o segundo tento marcado, o Ceilândia administrou o placar e o Formosa não conseguiu mais chegar ao gol adversário.

Ao final do confronto, o atacante Albano falou à equipe do DF Sports. Perguntado se estava tudo acabado o jogador respondeu que “não está tudo perdido ainda. Enquanto pudermos e tivermos chances, iremos buscar reverter isso aí”. Em contrapartida, impedidos de falar com a imprensa, os jogadores do Ceilândia foram para os vestiários felizes com o resultado.

FICHA TÉCNICA

FORMOSA 0 x 2 CEILÂNDIA

Campeonato Candango 2018 – Quartas de final – Ida

Estádio Diogão, 18/03/2018, 16h

Público: 1.162

Renda: R$ 11.110,00

Árbitro: Rafael Diniz

A1: Lucas Guerra

A2: José Ricardo

4º árbitro: Maguielson Lima

Inspetor: Raimundo Lopo

FORMOSA

Pedro Ferreira; Daniel Costa, Nildo, Bruno Everton e Bruno Lopes (Dudu); Vecci, Foguinho, Marcos Paullo (Albano) e Wesley Brasília (Araújo); Juninho e Cardoso.

Técnico: Lucas de Oliveira.

Gol: não houve.

Cartão amarelo: não houve.

Cartão vermelho: não houve.

CEILÂNDIA

Wendell; Dudu Lopes, Cocada, Cauê e Kabrine; Didão (Adriano), Emerson Martins, Kasado e Gago; Formiga (Alcione), Ronan (Júlio Ferrari).

Técnico: Adelson de Almeida.

Gol: Didão (1′ – 2º T) e Ronan (33′ – 2º T).

Cartão amarelo: Fromiga.

Cartão vermelho: não houve.

Por Aline Santiago

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2444 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *