Luziânia e Gama empatam no duelo de ida das quartas de final

No duelo que abriu as quartas de final do Candangão 2018 na tarde deste sábado (17), no estádio Serra do Lago, Luziânia e Gama fizeram um jogo disputado e, com um gol de pênalti para cada lado, marcados por Gilmar e Roberto Pítio, terminaram a partida no empate. Porém, o resultado igual, favorece o alviverde, tendo em vista que no jogo da volta e em casa, joga por um novo empate para avançar à semifinal.

O jogo

Logo no começo, aos 8 minutos, o Luziânia surpreendeu e abriu o placar. Em jogada de contra-ataque, Índio avançou e ao driblar o goleiro Victor Brasil foi derrubado dentro da área, fazendo o árbitro Anderson Bassoto assinalar o pênalti. Na cobrança, Gilmar assumiu a responsabilidade, e bateu forte no meio do gol. A bola ainda desviou no goleiro alviverde mas morreu no fundo das redes, fazendo Luziânia 1 a 0.

Com o gol, o time goiano foi tomando conta da partida. No lance seguinte ao primeiro tento, China avançou pela esquerda e cruzou, Victor Brasil se adiantou e segurou a bola antes que Índio empurrasse para o gol. A partida ficou pegada, com muitas faltas. O Gama criava em bolas paradas alçadas na área, sempre com Fábio Gama. Já o Luziânia teve mais uma grande oportunidade aos 24 minutos. Gilmar, mais uma vez, cobrou falta da intermediária. A bola iria morrer no ângulo, mas Victor Brasil encaixou bonito. O alviverde respondeu no lance seguinte, em jogada de contra-ataque, Tarta avançou pela esquerda e finalizou forte, à levando perigo ao gol defendido por Márcio.

Buscando o empate, o Gama se expôs e abriu espaço para contra-ataques do Luziânia. Foram três oportunidades seguidas do azulino. A melhor delas, aos 34, Índio desviou cruzamento de carrinho e a bola passou raspando a trave direita. A resposta alviverde veio aos 37,  quando Roberto Pitio finalizou de fora da área, Márcio rebateu e a zaga afastou.

Mesmo com a pressão adversária, aos 48 minutos, o Gama chegou ao empate. Em escanteio cobrado na área, o lateral Luizinho puxou a camisa de Robston, fazendo pênalti. Pítio cobrou forte, no canto, sem chances para Márcio, empatando a partida e encerrando o primeiro tempo.

Apesar do resultado igual, as duas equipes cravaram um duelo disputado dentro de campo. Foto: Ricardo Botelho

No segundo tempo, a primeira chance foi do Luziânia, aos quatro minutos, quando Ronaldo cruzou na pequena área e Índio, de costas para o gol, girou, mas na hora de finalizar foi neutralizado.

O jogo ficou morno. Com mais posse de bola, o Gama não conseguia criar jogadas que realmente levassem perigo ao gol dos goianos. O treinador Ricardo Antônio apostou na entrada de Dener e Fernandinho no lugar de Pitio e Gordo. Os dois substitutos acabaram fazendo a diferença para o alviverde, que subia mais ao ataque adversário.

Mesmo com o Gama com o controle do jogo na reta final, aos 30 minutos, o Luziânia quase surpreendeu. Lúcio errou o domínio na intermediária, China tomou a bola e passou para Pedro, que finalizou no canto, para boa defesa de Victor Brasil. Porém, a resposta veio no minuto seguinte. Em jogada pela direita, Dener recebeu na área, girou mas finalizou em cima da defesa.

Aos 43, o Gama teve sua melhor chance no segundo tempo. Fernandinho invadiu a área e passou para Dener. O atacante cruzou para Felipe Werley, que furou no primeiro momento, mas se recuperou e finalizou forte, para boa defesa de Márcio. Não demorou e o Luziânia respondeu. Aos 45, Pedro aproveitou cruzamento da direita e cabeceou na trave. Foi a última chance da partida que terminou no 1 a 1.

Gama e Luziânia voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (21), no estádio Bezerrão, às 20h30. Por ter melhor campanha na primeira fase, o alviverde joga por outro empate para passar de fase, já para o time goiano, só a vitória interessa.

FICHA TÉCNICA

LUZIÂNIA 1 x 1 GAMA

Candangão 2018 – Quartas de final (ida)

Estádio Serra do Lago, Luziânia-GO

Sábado, 17/03/2018 – 15h30

Público: 1.590 pagantes

Renda: R$ 13.200,00

Árbitro: Anderson Bassotto

A1: Ciro Chaban

A2: Lucas Modesto

4º árbitro: Maricleber Góes

Inspetor: Geufran Oliveira

LUZIÂNIA

Márcio Fernandes; Luizinho (Pedro), Perivaldo, Rodrigo Barros e Ronaldo; Castro, David, Diego e Gilmar (Anjinho); China e Índio (Paranaguá).

Técnico: Jairo Araújo.

Gol: Gilmar (pênalti) (8′ – 1T)

Cartões amarelos: Luizinho e Índio.

Cartões vermelhos: não houve.

GAMA

Victor Brasil; Murilo, Lúcio, Raphael Andrade e Rafinha; Tarta, Filipe Werley, Robston, Fábio Gama (Júlio Brasília) e Gordo (Fernandinho); Roberto Pítio (David Dener).

Técnico: Ricardo Antônio.

Gol: Roberto Pítio (pênalti) (48’ – 1ºT)

Cartões amarelos: Victor Brasil e Felipe Werley.

Cartões vermelhos: não houve.

Por Gabriel Caetano

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2524 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *