Masters Botafogo-RJ x Masters-DF: o “Jogo das Torcidas” na capital

O palco para rever alguns ídolos do futebol consagrados no Botafogo-RJ no Distrito Federal tem data e local marcados, será o estádio Bezerrão, no Gama. Alguns dos nomes ícones do alvinegro carioca vestirão a camisa de masters do clube. O jogo está marcado para o dia 17 (sábado), às 16 horas, contra a seleção também master de Brasília. Presenças ilustres já estão confirmadas: André Silva, Wagner, Donizete, Maurício, Wilson Goiano, Rogério, Elói, Marcelo Alves, Jamir, Marcelo Augusto, Ailton, Hamilton e Túlio Maravilha.

A formação da equipe é bastante parecida com a base campeã brasileira de 1995. O time daquele ano chegou ao título após 14 vitórias conquistadas e 46 gols marcados na fase de classificação, além de vitórias sobre Cruzeiro e Santos nas partidas decisivas, marcando uma geração de jogadores que fazem parte da história de conquistas do Botafogo. A conquista do campeonato e os atletas do elenco da época, em especial Tulio Maravilha, foram responsáveis pelo início de uma nova era de botafoguenses.

A iniciativa de realizar o jogo festivo foi do ex-jogador da seleção brasileira de futebol, Josimar Higino Pereira que relata. “A intenção de realizar esse jogo é começar a trazer as famílias de volta aos estádios. Estamos vivendo um esvaziamento daqueles verdadeiros torcedores nas arquibancadas e são eles quem fazem a alegria do futebol”. Ou seja, o jogo será um encontro entre amigos na intenção de festejar uma partida de futebol sem a preocupação com rivalidade fora e dentro de campo. Os ingressos estão disponíveis no link: http://bilhetecandango.com.br/evento/visualizar/jogo-das-torcidas

Para o ex-lateral esquerdo André Silva, antigamente era muito mais tranquilo das pessoas irem aos estádios levarem seus filhos, suas esposas, seus maridos. Ele acredita que, com a situação política no país, muita coisa errada faz com que afete a nova geração e revelou estar ansioso esperando que vá muito botafoguense com o intuito de torcer mesmo e não com o intuito de brigar. “Que o pessoal vá feliz para rever os ídolos que marcaram época no botafogo para fazer uma grande festa porque nós iremos nós doar o máximo dentro de campo”, comentou.

O retorno dos heróis do título é aguardado pela torcida alvinegra. É o caso do Roberto, que cita a seguinte frase: “rever os jogadores em campo é você ter a oportunidade de voltar a um passado glorioso. Estar ao lado desses atletas que representaram tanto em uma época que não tinha internet, a gente só via o jogo pela televisão  então hoje você estar ali próximo a esses caras a emoção é muito grande”, relatou .

Breve Históricos de alguns jogadores:

André Silva: iniciou carreira no Botafogo, em 1993. fazendo parte do elenco campeão brasileiro em 1995. No ano seguinte se transferiu para o Grêmio-RS, onde conquistou seu bicampeonato brasileiro e o título da Copa do Brasil em 1997. Depois disso passou por outros clubes como Ponte Preta-SP, Vasco-RJ, Atlético-MG, Figueirense-SC, Remo-PA, América-RJ, encerrando a carreira no Duque de Caxias .

Já o ex-goleiro Sebastião Wagner de Souza e Silva, o Wágner, fez sucesso no Botafogo na década de 90, sendo campeão em diversos títulos do alvinegro carioca. Wágner começou a se destacar no Bangu-RJ, no começo dos anos 90. Em 1994, ele foi para o Botafogo. O ex-goleiro foi figura importante do time botafoguense em 1995. Suas defesas ajudaram o alvinegro a conquistar o título do Brasileirão. Como os próprios torcedores dizem na final contra o Santos-SP em 95: “Wágner pegou até pensamento”.

Osmar Donizete Cândido, o Pantera, ficou conhecido por imitar os passos do animal ao comemorar os seus gols. Revelado pelo Volta Redona-RJ, Donizete conheceu a fama jogando pelo Botafogo, onde chegou à seleção brasileira, sendo campeão nacional, em 1995. Formou ao lado de Túlio Maravilh uma das duplas mais efetivas de ataque do futebol brasileiro. Logo depois foi para o Vasco da Gama e lá foi campeão continental na Copa Libertadores. teve passagens também por outros clubes de renome.

Mauricio de Oliveira Anastácio, mais conhecido como Maurício 89, natural do Rio de Janeiro, ficou conhecido jogando pelo Botafogo, quando fez um gol que ficou para a história na final do Campeonato Carioca contra o Flamengo. Atuou também pelo Bonsucesso-RJ, Rio do Sul-RJ, América-RJ, Internacional-RS, Celta de Vigo-ESP, Grêmio-RS, Portuguesa-SP, Ulsan Hyundai-COR, Londrina-PR e XV de Piracicaba-SP.

Por Denicy Ribeiro

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2841 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Um comentário em “Masters Botafogo-RJ x Masters-DF: o “Jogo das Torcidas” na capital

  • Avatar
    17 de março de 2018 em 17:56
    Permalink

    Faltou a escalação dos masters de Brasília.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *