Azulino arranca empate no final contra o Jacaré

Na tarde deste sábado (3), no estádio Serra do Lago, pela quarta rodada do Candangão 2018, o Brasiliense ficou no empate em 1 x 1 contra o time da casa, o Luziânia. O confronto foi realizado mesmo com as fortes chuvas que caíram antes da partida e permaneceu no decorrer dos 45 minutos iniciais. O resultado deu o terceiro empate para o Azulino, enquanto o Jacaré acumula o segundo compromisso sem triunfo.

Ruim para os dois lados

No primeiro tempo de jogo não teve fortes emoções, tão pouco perigo de gols para ambas as equipes. Ainda assim, aos dois minutos, o Brasilense teve seu primeiro escanteio, mas Elcarlos escorou para fora. No lance seguinte, os visitantes continuaram no ataque, tendo espaço para uma boa finalização de Elcarlos, mas a bola foi espalmada pelo goleiro Márcio Fernandes.

O jogo seguiu com os times tocando a bola, mas sem oferecer nenhum perigo de gol. No entanto, aos 30 minutos, um lance inusitado. O atacante Índio recebeu uma nas costas, que sobrou para o meia Gilmar, mas o jogador não finalizou bem, mandando para fora. Daí em diante, nada mais emocionante foi proporcionado na etapa inicial.

Na volta para o segundo tempo as equipes voltaram mais empenhadas. Porém, sem criar muitas oportunidades, o jogo começou a esquentar. Em um lance de falta cometida por trás, o volante Radamés foi expulso, deixando o Jacaré com um a menos. Neste meio tempo, em uma discussão dentro do gramado, o goleiro Sucuri, do Brasiliense levou cartão amarelo.

Aos 29 minutos do tempo complementar, o lateral direito Patrick cruzou para Fabinho, que escorou para Nunes finalizar, saindo assim o primeiro zero do placar, Brasiliense 1 x 0. Buscando o empate, o Luziânia colocou o time todo no campo de ataque. Deste modo, após receber lançamento, Anjinho sofreu uma entrada dura de Sucuri, sendo marcado pênalti e proporcionando a expulsão do goleiro visitante.

Sem o guarda-metas de origem e com três substituições já realizadas, o atacante Nunes assumiu a camisa um e foi para o gol tentar salvar os visitantes de sofrerem a igualdade no placar. Na cobrança, Paranaguá deu números finais à partida, após estufar a rede rival. Em meio a toda a confusão o árbitro deixou apenas que a partida fosse reiniciada no meio de campo e finalizou o jogo.

Agora o Luziânia, com três pontos na tabela, em três compromissos realizados, vai até o estádio Augustinho Lima encarar o Paranoá, na próxima quarta-feira (7), às 16h30. O Brasiliense, por sua vez, foca no confronto diante do Oeste-SP, pela Copa do Brasil, terça-feira (6), às 20h15, no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. Pelo Candangão o Jacaré entra em campo na sexta-feira (9), para o clássico diante do Gama, às 20 horas, também na arena de Copa do Mundo.

FICHA TÉCNICA 

LUZIÂNIA 1 x 1 BRASILIENSE

Campeonato Candango 2018 – 4ª rodada

Estádio Serra do Lago, 03/02/2018, 17h

Público: 883

Renda: R$ 7.480,00

Árbitro: Christiano Nascimento

A1: Luciano Benevides

A2: Muller Aniceto

4º árbitro: Luiz Paulo Aniceto

Inspetor: Geufran Oliveira

LUZIÂNIA

Márcio Fernandes; Cleyton (Wisman), Perivaldo, Rodrigo Barros e China; Castro Jr., David e Gilmar (Júlio); Índio, Moisés (Anjinho) e Paranaguá.

Técnico: Jairo Araújo

Gol: Paranaguá (48’ – 2º T).

Cartão amarelo: Gilmar.

Cartão vermelho: não houve.

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Patrick, Wallace, Badhuga e Mário Henrique; Aldo, Radamés, Souza (Gabriel) e Romarinho (Filipe Cirne); Elcarlos (Fabinho) e Nunes.

Técnico: Rafael Toledo.

Gols: Nunes (29’ – 2º T).

Cartão amarelo: não houve.

Cartões vermelhos: Radamés e Edmar Sucuri.

Por Denicy Ribeiro e Rebeca Revelym

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2843 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *