Real perde jogo com Heverton em campo

Em seu último teste de preparação, o Real FC foi à Anápolis para enfrentar o time da casa no estádio Zeca Puglise. Em jogo bastante movimentado com oportunidades para ambos os lados, o time goiano saiu com a vitória por 3×2. O meia Heverton entrou no segundo tempo e teve atuação discreta.

Com apenas 2 minutos de jogo o Anápolis abriu o placar. Laionel recebeu passe pela direita, avançou com bola dominada e arriscou o chute. A bola desviou na zaga e enganou o goleiro Rafael Dida.

O Real demorou um pouco a se encontrar em campo mas aos poucos foi impondo o seu ritmo. Aos 19′ o meia Jorginho chutou da meia lua, o goleiro Eder bateu roupa e Daniel empurrou para as redes, mas a arbitragem acusou impedimento do atacante.

Sete minutos depois Dayson foi derrubado por Vitor Hugo e a arbitragem marcou pênalti. Schwenck bateu no canto direito de Rafael Dida mas acertou na trave. Aos 29′ foi a vez do Real ter um pênalti à seu favor. Diego Macedo teria tocado com a mão dentro da área. Na cobrança, Baiano chutou forte e rasteiro para empatar a partida.

No segundo tempo após várias substituições em ambas as equipes o Anápolis conseguiu o segundo gol aos 22 minutos. O atacante João de Deus recebeu passe nas costas da zaga e deslocou Rafael Dida. Jogadores do time candango reclamaram um impedimento do atacante do Galo, mas não foram ouvidos.

Meia Heverton jogou parte do segundo tempo. Foto: Lucas Bolzan/DF Sports

Aos 35′ o zagueiro Hyago falhou e a bola sobrou limpa para Laionel estufar as redes de Rafael Dida. Mas apenas três minutos depois o Real diminuiu quando Kaká cruzou na área e Danilo de cabeça impôs números finais ao amistoso.

Ao final do jogo o técnico Evilásio de Almeida atribuiu o resultado à fatores extracampo, mas que o time está pronto para enfrentar o Brasiliense: “Não muda nada, nós vimos o nosso primeiro time e empatamos em 1×1. Resolvemos mudar e testar situações que podem ocorrer num jogo. Mas temos que trabalhar muito, erramos alguns lances que não podemos errar, mas é cansativa a viagem. Você sai de lá de manhã, pega o ônibus, chega nem tem preleção direito, chega um pouco cansado. Mas faz parte”.

Já Karmino Kolombini do Anápolis “Não por números, mas nós jogamos contra o Brasiliense um jogo melhor do que o nosso de hoje. Nós não tivemos coerência entre os setores, não houve harmonia entre a defesa, o meio campo e o ataque. Mas valeu pelas reposições dentro do jogo”.

FICHA TÉCNICA

Amistoso
Estádio Zeca Puglise Anápolis-GO
Sábado, 13/01/2018 – 17h

ANAPOLIS-3
Éder Samuel); Neilson (João Cleiton), Robson, Diego Macedo (Júnior) e Paulo Vitor (Gabriel); Éverton (Humberto), Leandro Bulhões (Eurico) e Dayson (Pedro Henrique)(Keninha); Laionel, Schwenck Mateus Aquino) e Gleison (Joáo de Deus).
Técnico: Karmino Kolombini

REAL FC-2
Rafael Dida; Dedê (Murilo), Victor Hugo (Danilo), Hyago e Raphinha (João Pedro); Robinho (Lucas Guedes), Baiano (Belloti), Jorginho (Pedrinho) , Kaio (Sena) e William (Kaká); Daniel Guerreiro (Heverton).
Técnico: Evilásio de Almeida

Gols: Laionel(2) e João de Deus)(ANA); Baiano e Danilo (REA)
Cartões Amarelos: Everton (ANA)
Cartões Vermelhos: não houve

Árbitro: Wesley Miranda/GO

Auxiliar 1: Divino Andrade/GO
Auxiliar 2: João Gomes/GO
4º Arbitro: Não Houve

Público: 338 pagantes

Renda: R$ 3.380,00

Por Marcelo Gonçalo

Marcelo Gonçalo

Formado em Sistemas de Informação, optou pela carreira de Jornalismo a partir de 2008. Jornalista, comentarista e narrador esportivo, foi o principal repórter do site BloGama até 2018.

Marcelo Gonçalo tem 2840 posts e contando. Ver todos os posts de Marcelo Gonçalo

Avatar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *